Bienal, Vídeos

Bienal chegou, Bienal passou. Para algumas pessoas foram 11 dias de pura magia literária, enquanto para outros, como eu, foi um final de semana pra lá de especial e maravilhoso! ♥ Este ano, foi extremamente mais apaixonante, pois conheci pessoas incríveis, revi outras tantas, encontrei TAAANTOS DE VOCÊS que me deram tanto carinho! Ai, gente! Amo Bienais! A seguir, mostro um pouco de como foram esses dias no Rio de Janeiro e também algumas fotos especiais.

Editora Seguinte, Resenhas

Título: Fique Onde Está e Então Corra Título original: This Lullaby Autor: John Boyne Ano: 2016 Editora: Seguinte Número de páginas: 224

Uma Canção de Ninar não é um livro imprevisível, que deixa o leitor trêmulo com os acontecimentos, nem nada do tipo, mas é um livro muito bom para quem gosta de romances e precisa de uma ajudinha pra acreditar de novo no amor.

Fique Onde Está e Então Corra é um livro de apenas 219 páginas e com uma narrativa fluída e de fácil leitura é possível lê-lo em apenas um dia. O autor John Boyne já é conhecido por relatar os fatos de guerra com uma sensibilidade ímpar. Com todos os horrores que podemos imaginar que aconteceram na guerra, ainda assim a mãe de Alfie tenta manter uma atmosfera de esperança em seu filho, o que não é muito fácil de acontecer, visto que ano após ano a vida se torna mais difícil.

Todos são afetados de alguma forma pela guerra: quando não são os pais, são os filhos ou os irmãos que se vão no “front” de batalha. E este livro descreve também a vida dos que ficaram fora das batalhas, seja por serem mulheres, idosos, crianças, ou por questões ideológicas. As famílias são destruídas por terem seus entes queridos enviados praticamente para a morte. Nessa época a renda vinha primeiramente do homem que tinha a obrigação de manter a sua família, não era natural as esposas trabalharem, e isso muda após o início da guerra.

Alfie Summerfield sabe exatamente a data que começou a 1ª Guerra Mundial, talvez outras pessoas não soubessem com essa facilidade, mas ele nunca esqueceria porque fora em seu aniversário de 5 anos. Após o início da Guerra tudo mudou em Damley, uma cidadezinha londrina. O pai de Alfie, o senhor Georgie Summerfield alistou-se desde o início da batalha por acreditar que isso fosse o melhor a fazer, mesmo que sua esposa, a senhora Margie e a avó Summerfield, discordassem dessa decisão.

A senhora Summerfield teve que arrumar um emprego porque estavam à beira da miséria e Alfie com a responsabilidade de agora ser o homem da casa passou a engraxar sapatos – escondido – na Estação King´s Cross. Alfie completara 9 anos e sentia falta de como as coisas eram antes da guerra, e, muito embora seu pai tenha prometido que tudo acabaria antes do natal, já haviam se passado 4 anos desde a sua despedida e um ano sem nenhuma notícia – as cartas já não chegavam mais.

A sorte de Alfie começa a mudar quando engraxa os sapatos de um homem, que por descuido deixa seus papéis voarem pela estação, e ao ajudá-lo Alfie consegue descobrir informações sobre seu pai. É certo que a guerra faz vítimas – o próprio soldado e, em consequência, toda a sua família. Também é certo que há feridas piores do que aquelas causadas ao corpo físico. Alfie simplesmente não pôde suportar não fazer nada para ajudar seu pai e, sozinho, o levou para casa.

Ele tinha feito pela melhor razão do mundo. Por amor.

Os sobreviventes de guerra, aqueles que vão para casa mesmo antes que ela acabe, apesar de alguns estarem bem fisicamente, mas as suas mentes já não os permitiam permanecer nas trincheiras – para o bem deles e também de seus companheiros. O horror da guerra os deixou instáveis emocionalmente e fisicamente feridos. Com pesadelos constantes, os barulhos faziam relembrar as batalhas, lembrar-se de tudo que foi feito em nome de viver ou morrer é muito duro, e alguns não conseguem mais lidar com a realidade.

Talvez por ser o mesmo autor do O menino Do Pijama Listrado eu fui com muita expectativa na leitura, o livro não é ruim, mas confesso ter ficado um pouco decepcionada com a falta de emoção na história. É possível que você não derrame uma lágrima sequer ao lê-lo, acredite. As consequências da guerra são aqui retratadas por um outro ângulo e senti falta neste ponto de uma riqueza maior de detalhes, não é possível falar mais sem incorrer em spoillers, mas para aqueles que lerem a história ficará claro que houve uma lacuna entre os acontecimentos que o leitor não teve informação nenhuma. E daí nesse ponto o livro deixa a desejar.

Foto, Fotografia, Inspiração do Mês

Oi, gente! Como vocês estão? Mais um mês se encerra e com ele chega o nosso projeto lindo de Inspirações!

No mês passado, falamos sobre Inverno 🌸 confira aqui o post 🌸 e foi a coisa mais linda acompanhar um pouco de cada blogueira falando sobre esse tema específico e suas características, sua maneira de interagir com ele. Este mês falar de algo que eu simplesmente amo: VIAGENS! ✈️

Conheça os demais blogs participantes do projeto: Aione do Minha Vida Literária, Paola do Livros e Fuxicos, Ju Cirqueira do Nuvem Literária, Bárbara do Segredos entre Amigas e Tamirez do Resenhando Sonhos.

Setembro vai ser um mês extremamente especial, pois eu viajo para fazer meu intercâmbio! ♥ Já falei para vocês o quanto estou animada & feliz & ansiosa, fazendo contagem regressiva e tudo mais! Aaaaaaaaaaaaah, vem logo dia 29 de setembro! Estou arrumando minha mala, comprando umas coisinhas novas para #arrasar na Europa hahahaha

Daí, também vou para o Rock in Rio, assistir MAIS UMA VEZ o show do Maroon 5! Lembram que eu já fui em Salvador e achei UÓ de triste? Pois é, estou dando outra chance para o Adam e espero que ele não me decepcione, principalmente porque o show deles que eu tenho como referência de maravilhoso é o do 🎼 Rock in Rio em 2011. Eu ouço e assisto esse vídeo em looping por vários dias, sem me cansar nunca! Expectativas? Quase nenhuma. #Ahãm Ir com companhia boa deixa tudo ainda melhor, né? Pra essa aventura, vou com uma 👭 amiga de São Paulo!

E, claro, HABEMUS BIENAL! Aaaaaaaaaaaah, como estou animada para abraçar, amar e dar muito xêro em vocês! Este ano eu ainda conhecerei boa parte das meninas que sou mais próxima no booktube, vai ser um momento pra lá de especial! Fico o primeiro final de semana perambulando pela feira e estou com um gostinho de “vou aproveitar muito!”, pois este ano eu quase não ia por conta de verba & intercâmbio. Estou tentando não pensar em todas as coisas ruins que já aconteceram no Rio comigo nas outras Bienais e focar no amor que eu sinto pelas algumas pessoas, nos inscritos, leitores e autores que posso encontrar por lá, aquela vibe cansada, acabada porém f.e.l.i.z de estar em um dos maiores eventos literários do país.

É só amor, gente!

Adoro também lembrar de todas as pessoas que já conheci, todas as lágrimas que derramei (de emoção e raiva KKKK), de todas as oportunidades que já tive de ter esse tipo de lembrança de Bienais, já que tenho um carinho muito grande pelo evento, ainda que tenha confusão, correria, chateação. Tem amor, tem a oportunidade de conhecer aquele autor que fez a sua mente embaralhar, pessoas de editoras que mantemos contato apenas por e-mail… Meus crachás de todas as que participei. 💃🏽

Além de atualizar vocês sobre essas pequenas e grandes viagens, eu gosto de relembrar também as que eu já fiz, as oportunidades que já tive de conhecer outros lugares e me apaixonar demais! ♥.♥ Tirar foto nos girassóis, fazer rappel e entrar em uma caverna, quando achei que estava em Hogwart na Bienal, Nova York sem passaporte e visto mas com muita cerveja barata e cachorro quente de graça…

Sabe uma coisa que adoro em viagens? Pesquisar roteiros, anotar pontos turísticos que não posso deixar de visitar e, quando é algo MUITO ESPECIAL, fazer contagem regressiva. ⏱️ Vocês que já viajaram, já sentiram 🦋 borboletas 🦋 na barriga de tanta ansiedade e emoção? Eu tenho sempre e adoro tanto! É aquela expectativa por conhecer e desbravar um lugar novo, tudo que posso aprender, como posso me conhecer e conhecer mais do mundo através de uma viagem. Adoro aquele nervosismo quando fico verificando loucamente se todos os documentos estão corretos, 📸 já imaginando as fotos lindas que posso tirar,  conversar com amigos e trocar experiências sobre possíveis destinos.

E vocês? 🚗 Quais são as melhores viagens da vida de vocês, as melhores experiências? 🛵 Quais são os destino dos sonhos e que faz seu coração bater mais forte de ansiedade? 🚲 Eu tenho tanto a compartilhar das minhas futuras viagens, que apenas espero que vocês amem tanto quanto eu! 🛫

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.