novembro 21, 2010Sem categoria

[Crítica] Harry Potter e as Relíquias da Morte

5 Comentários

 

Eu sei que demorei a atualizar o blog, mas estive muito ocupada com a universidade, mas mesmo tendo provas e apresentações de trabalho a semana que vem inteira, eu tive que tirar um tempo para poder escrever sobre minha paixão sempre, Harry Potter.

É quase impossível encontrar uma pessoa que não tenha ouvido falar, que goste, tenha lido, visto os filmes, seja maníaco ou completamente apaixonado. Todo mundo tem a sua história sobre HP. Quando conheci HP, eu tinha 9/10 anos. Na escola, a professora passou Harry Potter e a Pedra Filosofal para entreter os alunos e eu cheguei em casa falando pra minha mãe e irmã. Uma semana depois, ela comprou os dois primeiros livros, e duas semanas depois, o três e o quatro. A parti daí, começou tudo. Lembro – me claramente de ficar acordada até tarde esperando uma noticiazinha qualquer sobre o lançamento do livro 5. E no dia depois do lançamento no Brasil, eu já estava com o meu exemplar. Quantas vezes a minha mãe teve que tomar o livro das minhas mãos por que eu deixava de comer para ler? Quantas varinhas eu construí com jornal, e saía gritando feitiços pela casa e fugindo do Voldemort imaginário? E QUANTAS vezes eu não sonhei, que no lugar da Mione, era eu quem estava ali, ao lado do Harry?
Hoje quando acordei, eu fiquei com aquele sentimento de vazio e só depois de alguns instantes percebi o motivo. Foi como se eu tivesse deixado algo pra trás. E essa outra parte eu só vou conseguir encontrar em julho do ano que vem… O importante é que Harry Potter nunca vai acabar. Quando a ultima parte chegar, tudo vai continuar… Por que Harry Potter sempre será Harry Potter.

Foi em completo êxtase que eu fui assistir a primeira parte ultimo filme ontem. E eu não me decepcionei. Eu quero ir de novo já! Eu rir, eu chorei, mas principalmente, eu me emocionei. Ver uma série de livros que me acompanhou desde que eu era uma simples criança, que me fez bater na minha irmã pra ver quem leria primeiro o último livro, que me fez ficar em estado de choque de acordo eu ia lendo e descobrindo cada segredo, é completamente indescritível.
Eu li várias criticas que fizeram ao filme, e agora eu faço a minha.
Começo falando que não tem felicidade maior do que saber que o filme foi dividido em dois. Eu cheguei em casa animada, sorrindo, pulando… Os detalhes do livro são óbvios logo nos 10 primeiro minutos. 
O inicio do filme foi sombrio, me fez arrepiar como eu esperava. Ver a professora de Estudo dos Trouxas pendurada mostra o caos e a repreensão que a sociedade bruxa está vivendo, a primeira aparição de Voldemort, Snape contando sobre a mudança de planos na transferência de Harry, já me fez ficar esperando mais e mais. A cena da Mione apagando a mente dos pais e a imagem dela desaparecendo das fotos fez meus olhos marejarem. Eu já estava preparada para chorar, mas não queria faze – lo logo no inicio.
A cena dos 7 Potters é extremamente engraçada e nos mostra que o Dan Radcliffe é ÓTIMO ator, fazendo qualquer papel. O que eu mais gostei foi ele aparecendo de sutiã que se remetia a Fleur Delacour. A cena do casamento é bem rápida, mas foi extremamente cativante. E no meio de tanto terror e medo, nos vemos rindo de Luna dançando com seu vestido amarelo berrante, Rony e Hermione em momentos fofos e a conversa de Harry com Elifas e Muriel se intrometendo.
Os efeitos especiais estão de ótima qualidade, juntamente com o figurino (destaque para o vestido de casamento da Fleur e a roupa de gala do trio). O diretor subiu muito o nível do filme. Todo o cenário foi bem escolhido, desde as florestas até as vastas montanhas. Algumas cenas foram corridas, tinha muito detalhe em que os meus olhos não conseguiam captar rapidamente, mas não deixou que o brilho se apagasse.
Gostei das adaptações que eles fizeram, como o Rony não deixar o Harry partir as escondidas na calada da noite. Inclusive, eles deram um destaquezinho para Tonks e Lupin que me fez sussurrar um: ‘Aaaim que lindo!’.
Eu senti falta de emoções em algumas cenas, por exemplo, quando o Gui falou que Olho Tonto tinha morrido, não teve todo o sofrimento ou pesar que eu esperei. Faltou também o Harry pequeno na foto rasgada no quarto do Sirius e a mensagem que tinha que aparecer na entrada da casa em Godric’s Hollow quando um bruxo aparece na entrada da casa. 
Eu fiquei assim :O quando a Gina aparece com aquele vestido com o zíper aberto até a base da cintura e pede pro Harry fechar! hushudhsudhs Danadinha! E depois não tem como não rir do Jorge colocando as escova de dentes no lugar da orelha mutilada enquanto Harry e Gina se separam, um pouco constrangidos.
A cena no Ministério da Magia deixou um pouco a desejar, principalmente a parte no tribunal. Ocorreu tudo muito rápido e foi a cena que mais mudaram pra mim. Mas, foi recompensada ao ver o rosto de incrédula da Mione ao ver o Rony/Reg Carttermole beijando a mulher Maria. Hdushduhsu A cena do estrunchamento que a seguinte é hãm… muito real. Dá pra ver direitinho o braço do Rony quase se despregando do tronco. Er… parabéns para o pessoal de efeitos especiais mais uma vez. (;
Simplesmente A – M – E – I a forma como eles mostraram que os feitiços de proteção da Hermione estavam funcionando. Eu nem esperava que eles fossem explicar essa parte! *-* Quando Rony deixa Harry e Hermione é triste mesmo, como eu imaginei no livro. Porém, em meio a tristeza, destaque TOTAL no momento que o Harry chama a Mione para dançar, na esperança de faze – la um pouco melhor. A cena é doce e tocante. 
As cenas no cemitério em Godric’s Hollow e da Batilda Baghshot são… AAAAAAAAAAAAHHHHHH!! *pulinhos* A atriz escalada para viver a historiadora da magia ficou impecável. E a transformação de Batilda em cobra é nojenta e dá medo. Nagini é a cobra perfeita para Voldemort. Todo mundo pulou da cadeira quando ela apareceu e atacou Harry e Hermione.
A projeção de Harry e Hermione que sai do medalhão ficou incrível e com o ar photoshopílistico e de porcelana, porém, bem legal. Dá pra perceber que o Dan e a Emma estava com um pó prateado por todo o corpo para a gravação da cena. E OMG! Gente, que cena de beijo é aquela? :O Foi muito intensa. Ainda deu tempo de ouvir meu cunhado sussurrar: “Virou Pornô Potter”. Hudshudhsudhs 
Muito divertida a visita á casa de Xenofílio Lovegood, que mostra as várias caras e bocas do trio ao tomar o chá. E SEM PALAVRAS para elogiar como ficou MARAVILHOSO o modo como eles mostraram O Conto dos Três Irmãos ficou IM – PE – CÁ – VEL! . P.s.: A Emma é muito expressiva, principalmente nessa cena. Hdushduhsud
CHOREI muito na parte em que a Mione é torturada. Nessa cena eu comecei realmente a chorar, por que foi torturante ouvir os gritos dela. E depois, lindo não servia para o papel e que ela não conseguia interpretar bem. ¬_¬ Na minha humilde opinião, ELA É PEFEITA PARA O PAPEL! Ela tem a expressão desvairada, maluca e apaixonada quando dirigida a Voldemort. Tá, mas isso não justifica ela ter encarnado o papel e ido vestida de Belatrix na Premier. ¬_¬² ver o Rony correndo para tentar salva – la. O close no olhar da Mione, desfocado e com uma lágrima escorrendo foi triste e emocionante ao mesmo tempo. Nessas horas eu já estava secando os olhos para tentar conter as lágrimas.
A cena do Dobby só supera a cena da Mione sendo torturada. Ele aparece cativante e fiel nas cenas e quando ele morre… é para se debruar em lágrimas. Esse foi o ponto culminante do meu choro. É comovente e a vozinha dele fraca, chamando ‘Harry Potter’…
***
P.s.: Não posso deixar de comentar a maturidade das pessoas que acompanham a série. Fora os retardados que sempre tem no cinema (do meu tinham quatro), eu não ouvi um grito ou qualquer bagunça.
 (Eu e a irmã esperando a sessão começar!)

posts relacionados

Deixe seu comentário

5 Comentários

  • Ana Luiza Rosa
    02 abril, 2011

    [aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa]
    surtando mil, eu nao assisti ao filme 🙁 🙁 *momentochoramuito*
    eu tenho os dois primeiros livros, mas só li o primeiro…
    vou comprar os outros e ler já!
    os filmes acho que assisti quase todos!
    aaaadorei a resenha do filme (:

    beijos,
    Ana
    Livros ao Meio Dia

  • Mar
    14 dezembro, 2010

    Olá, eu sou a MaR do blog http://www.sonhare.zip.net aceita parcerias ?

  • Diego
    12 dezembro, 2010

    Eu ri muito na hora que o Rony estava so b efeita da Plissuco e falou que a mulher tele ia ser julgada, eu e a sala toda.

  • Haru
    25 novembro, 2010

    Na sessão que eu fui, não tinha nenhum retardado, era de noite. :3

    Eu não chorei em nenhuma parte, embora meus olhinhos tenham lacrimejado na hora em que Dobby morre. Quando a Bellatrix tortura a Hermione, meudeus, eu AMEI aquela cena, ficou muito boa, e nossa, se eu fosse homem, teria tido uma ereção, tá ligado? KIUASHDUYEGYFTDASD Desculpe o palavreado, mas é verdade.

    E aquele beijo dos dois, eu fiquei tipo MEUDEUS NOA PODE SER ;___; q

    Enfim, é isso, tchau q

  • Anonymous
    21 novembro, 2010

    adorei o filme também!

    ps: quando vc foi se referir aos idiotas que fazem barulho no cinema vc escreveu errado quatro, escreveu quarto!

    bj

  • Vídeos no canal

    @araphadoequalize
    © 2020 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por