Resenhas
gsTítulo: A Marca de Uma Lágrima Título original: Autor: Pedro bandeira Ano: 2003 Editora: Moderna Número de páginas: 128

E o meu amado o que diria
se eu partisse?
O que diria se estes
versos não ouvisse?
O que teria em suas mãos
senão um corpo dessangrado
cheio de carne, de suspiros,
de delírio apaixonado?

Isabel é uma fantástica adolescente de 14 anos, que escreve lindos poemas, inteligente, sagaz. Para todos, ela sempre tem uma resposta na ponta da língua, menos para o seu inimigo: o espelho. Isabel é complexada, pensa que é feia, gorda e coisas típicas da idade e tem uma melhor amiga, Rosana, que ela vê como perfeita, apesar de não se sair tão bem nas matérias da escola.  Num determinado dia, a mãe de Isabel a obriga a ir na festa de aniversário do primo Cristiano, que ela faz anos que não vê, nem se quer se lembrava do garoto. Para acompanhá-la, chama Rosana para ir. Quando chega lá, se vê completamente apaixonada pelo primo, que tem olhos apenas para Rosana. Decepcionada, Isabel acaba bêbada no jardim da casa, mas uma pessoa misteriosa a encontra e a beija. Em seu profundo intimo, Isabel tem certeza que essa pessoa é Cristiano, mas na verdade não é. É Fernando, um encantador garoto que insisti em tentar conquistar sua amizade.
Faltaria, porém, o recheio das ideias,
a loucura e a razão,
que transforma um encontro sem graça
em tremenda paixão!
Mas não tema o meu querido
que esse amor desapareça,
por ele é amado ao mesmo tempo
por um corpo e uma cabeça.

 

Isabel acaba entrando em um impasse profundo, quando a sua melhor amiga e o seu apaixonante primo começam a namorar e Rosana pede para que ela escreva poemas para entregar a Cristiano e Cristiano pede para que ela escreva poemas para entregar a Rosana. Como entregar para sua própria amiga a pessoa que você julga ser o seu amor para toda a vida? Como responder seus próprios poemas? Seria fácil escrever o que se sente pelo primo e responder a altura, quando o ama.

Depois de testemunhar o roubo de cianureto no laboratório e encontrar o cadáver da diretora na sala de diretoria, Isabel se aproxima mais de Fernando, que as poucos vai conseguindo conquistá-la, até desistir de viver e tomar remédios da mãe e acaba parando no hospital. Porém, o assassino da diretora não vai querer testemunhas. Nesse momento, Fernando salva Isabel e então ela descobre que em todos os momentos em que precisou, sempre era Fernando que estava ali por ela e pra ela, e não Cristiano e se entrega a esse romance.

O corpo ele pode beijar, cheirar,
fazer do corpo mulher.
Mas a cabeça o possui, manipula,
e faz dele o que quer!
Haja o que houver, do meu amor
esse garoto foi o rei.
Digam a ele que com corpo e cabeça
eu sempre o amarei.

Eu resolvi reler o livro apenas para poder escrever essa resenha. A Marca de Uma Lágrima é um livrinho antigo, escrito na década de 80 pelo autor Pedro Bandeira. Quando eu o li pela primeira vez, deveria ter por volta dos meus 11 ou 12 anos. E como não se apaixonar pela história da Isabel, Cristiano, Rosana e Fernando? Como não suspirar pelo enredo romântico, pela escrita fácil, pelos poemas apaixonados?

Eu simplesmente amo os livros do Pedro Bandeira, em especial esse, que fez parte da minha pré – adolescência. Apesar de ter sido escrito há algum tempo, muitas escolas ainda pedem ele pra leitura. Teve várias edições e passou por várias editoras, mas não perdeu o charme. Por ser velhinho, tem a linguagem daquele tempo, as gírias do jovens, mas nada que não dê pra entender, é até divertido! A Marca de Uma Lágrima é um romance gostoso de ler, escrito no ponto de vista de uma garota de 14 anos por um homem. Os poemas que aparecem nesse livro são tão famosos quanto o próprio autor.

O amor de Isabel é tão puro, tão ingênuo e mesmo assim ela põe na frente a amiga e o primo para que possam viver o momento enquanto ela sofre. Quantas garotas fariam isso? Quantas mulheres teriam uma atitude semelhante a essa?

Indico o livro por ser muito bem escrito, ter poemas per – fei – tos e saber que os autores brasileiros estão a altura. Ler A Marca de Uma Lágrima é se apaixonar e voltar a ter 14 anos. É querer escrever poemas como Isabel. É querer ser persistente como Fernando. É querer ser a garota bonitinha que pega o primo da amiga. 🙂 É querer reviver o seu primeiro amor.

A marca dessa lágrima testemunha
que eu o amei perdidamente.
Em suas mãos depositei a minha vida
e me entreguei completamente.
Assinei com minhas lágrimas
cada verso que lhe dei,
como se fossem confetes
de um carnaval que eu não brinquei.
Mas a cabeça apaixonada delirou
foi farsante, vigarista, mascarada,
foi amante, entregando-lhe outra amada,
foi covarde que amando nunca amou!

Isabel com 14 anos, entupiu a cabeça do seu autor com várias dúvidas enquanto escrevia a história.

[…] Enquanto escrevia A Marca de Uma Lágrima, uma série de dúvidas não me saía da cabeça:

– O que estou fazendo? Pode uma menina de 14 anos apaixonar – se de verdade? Pode qualquer jovem de 13, 14 ou 15 anos amar verdadeiramente alguém? Como é a cabeça de um jovem dessa idade? Como são os sentimentos desses meus leitores? Serei eu capaz de penetrar e entender o coração dessa juventude? Aí está A Marca de Uma Lágrima. Nela, procurei pensar e compor poemas como se eu próprio fosse Isabel e estivesse apaixonado aos 14 anos.

E você, já leu A Marca de Uma Lágrima?

12 Comentários

  1. Sora Seishin disse:

    Oi Rapha!
    Nossa, eu li esse livro há muuuiito tempo, na 8ª série (sim, faz muito tempo que saí da escola – sou velha :P)
    É muito bom!!! Eu também adoro os livros do Pedro Bandeira. Você já leu A Droga da Obediência? É bem legal também.
    Agora fiquei com vontade de ler os livros dele de novo ^^
    Beijos

  2. Mar disse:

    Carambaaaa, eu quero ler. Me identifiquei. Sou assim tambem, mesmo que o pessoal me fale: Mar teu cabelo é lindo cara para de reclamar…
    Não adianta… acho meu cabelo feio, acho meu corpo feio. acho que eu podia ter mais uns quilinhos. cá pra nós eu tenho 16 anos, e o pessoal fala que eu tenho 14 pa/ poxa vida =( só porque eu sou pequena, magra, enfim, falta me coisas se vc me entende, eh tudo pekeno kkkkkkkkkkkkkkkk enfim, me idenfitiquei. QUE COMENTARIO GIGANTESCO O MEU NE?
    hsuahsuasa Beijocas linda…
    Mar.
    http://www.LetrasdeSonhadoras.blogspot.com

  3. Eu tenho receio em ler livros antiguinhos, seilá, é como se não fossem minha comida preferida entende? HAHA.
    Mas eu vou dar um olhada nesse!

    http://carolespilotro.blogspot.com/

  4. Hey, Rapha!

    Nossa, nunca tinha ouvido falar desse livro, sabia?
    Gostei da sinopse e da sua resenha. Vou procurar pra ler. 🙂

    Beijo grande e ótimo feriado!

  5. keth disse:

    Oi,gostei do livro ,desse ser bastante interessante ,principalmente a Isabel ,estou anciosa para ler.
    Bjs

  6. Marina disse:

    Ain, esse livro me marcou nos meus 12/13 anos. Por indicação da bibliotecária da minha escola eu li esse livro, e me encantei inteiramente! E se tivesse outra oportunidade leria de novo, com certeza!
    Parabéns pelo blog, Rapha! Tá tudo muito lindo por aqui *-*
    Beijos
    Marina
    http://incompleteparadise.blogspot.com

  7. Um dos meus primeiros livros de romance que li 🙂
    Pedro Bandeira é um otimo autor e declarou super bem o amor, principalmente com seus versos poéticos.
    Lembro que a bibliotecaria que fazia estagio na época, comia as páginas e falou tao bem dele que resolvi de curiosidade ler tambem.
    acho que vou procurar comprá-lo depois só pra reler rsrs

  8. AnnaKawaii disse:

    Esse post é aprova defenitiva que eu amo esse blog. Porque a maioria só faz resenha de livros que estão na moda e são best sellers, e se esquecem de boms livros, ou não conseguem apreciar autores brasileiros! É uma pena!

    Já li esse livro e posso dizer que do estilo é um dos meus favoritos! É muito bonito!

    Parabéns pela resenha.

  9. ;* disse:

    Também li esse livro por volta de meus 11/12 anos e me apaixonei! *-* É simplesmente fantástico, assim como todas as obras desse excelente autor Pedro Bandeira!
    Eu não gosto muito de romance, mas esse é excepcional! Faz a gente entrar na história e viver o momento com os personagens…
    Sua resenha ressaltou a qualidade do livro e fez a vontade de reler aumentar! *-*

  10. Anonymous disse:

    ja li ja e adorei agora to louca pra ler o anjo da morte a prova de fogo sou apaixona por livros e filmes romanticos

  11. Camila disse:

    Adorei a resenha e me identifiquei com os comentários. Eu li na época de pré-adolescente e esse se tornou um dos meus livros preferidos. Eu até tenho ele autografado pelo próprio Pedro Bandeira (que é o meu escritor brasileiro favorito). Quando não tenho nada pra fazer, pego A marca de uma lágrima na estante e vou reler e mesmo já não sendo uma pré-adolescente, continuo me encantando com a escrita. Esse foi o primeiro livro de Pedro Bandeira que li, depois me apaixonei por todos os outros e li todos, todos, todos que ele escreveu. Pedro Bandeira é O cara!

  12. isabelasanva disse:

    Oi. Adoro esse livro, já li mais de uma vez. É ótimo. Adorei a resenha, beijos 🙂

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.