Irmandade da Adaga Negra, Resenhas, Universo dos Livros
Título: Amante Eterno
Título Original: Eternal Lover
Autor: J.R Ward
Ano: 2010
Páginas: 448
Editora: Universo dos Livros
Tradutor: Jaqueline Valpassos

 Livro no Skoob | Download do Livro

Sinopse:

Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos os redutores. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos à sua volta.

SPOILLER! SPOILLER! SPOILLER!

Antes de começarem a ler a resenha, se preparem para ficarem apaixonadas pelo personagem mais lindo, intenso, quente de todos. É de longe o meu personagem preferido. Sim, todos são, mas sempre tem aquele que encanta o coração né?! Pois é, o Rhage tira as minhas forças. *suspira* E sim, ele é meu! *-*
O segundo livro da série A Irmandade da Adaga Negra conta a história de Rhage, conhecido carinhosamente como Hollywood pelos membros da Irmandade, por suas semelhanças com galãs: alto, forte, loiro, olhos azuis e possuidor de um charme natural. Ele é solitário e se vê lutando fervorosamente com os Redutores para acalmar a besta incontrolável que existe dentro de si – castigo da mãe da raça, a Virgem Escriba – e saciando seu desejo com mulheres desconhecidas. É o mais violento guerreiro entre os Irmãos, capaz de destruir sozinho vários Redutores sem grandes danos. O seu único ferimento é a sua transformação para a fera, que é irracional. O que ele não esperava é que pudesse conhecer uma mulher que fizesse seu mundo mudar…
Em seu caminho, aparece inesperadamente Mary, uma mulher corajosa e forte, mas que descobre ter leucemia e que seus dias estão contados. Ela já tinha se conformado com seu destino e com os tratamentos que não mais reagiam em seu caso. Ela é voluntária em um serviço de prevenção ao suicídio nas horas vagas e trabalha em um escritório de advocacia. É trabalhando no serviço voluntário que ela conhece John, um garoto misterioso e mudo, próximo a sua transição para vampiro, mas que desconhece o seu passado. Ao tentar ajuda – lo, Mary mergulha em um mundo que nunca imaginou que pudesse existir. Porém, foi o encontro casual, de forma súbita com um homem forte, viril, lindo e charmoso, que estranhamente parecia encantado com ela, faz com que Mary comece a desejar ardentemente continuar viva… para sempre. Aos poucos somos introduzidos a um romance tão incontrolável quanto a besta que persegue Rhage.
Cuidado com o que pede, pensou ela, lembrando-se de como havia desejado que um homem se sentisse fascinado por ela.  Meu Deus, não era bem aquilo que esperava de tal experiência. Estava completamente atônita e sem ação. Pelo corpo masculino pressionado ao dela. Pela promessa de sexo com ele. Pelo poder letal que ele poderia exercer se decidisse apertar seu pescoço outra vez.
 – Diga-me onde mora – disse o homem. 
Como ela não respondeu, ele ondulou os quadris, a ereção maciça deslizando em círculos, pressionando seu ventre.
 Mary fechou os olhos. E tentou não imaginar como seria se ele fizesse o mesmo que estava fazendo, só que dentro dela. 
Ele baixou a cabeça e seus lábios roçaram-lhe a lateral do pescoço. Acariciou-a com o nariz. 
– Onde vive? 
Ela sentiu um golpe suave, úmido. Deus, a língua dele. Subindo por sua garganta. 
– Alguma hora você vai me dizer – murmurou ele -, mas não se apresse. Neste exato momento não tenho muita pressa.  (…) 
A porta se abriu por trás deles.  (…)
– Rhage, essa mulher não veio para cá lhe dar prazer, e aqui não é o One Eye, meu irmão. Nada de sexo no vestíbulo.
Qual mulher nunca sonhou com um homem que a defendesse acima de qualquer coisa? Que suportasse dores por ti? Que te amasse mais do que a qualquer pessoa? Pois é, a Mary tem essa imensa sorte.
Sabe aqueles amores impossíveis, que tem tudo da pra dar errado?! Ahãm, acontece aqui, mas com o final merecedor e digno de lágrimas. Por que ao mesmo tempo em que Rhage pode ser perigoso e letal, inclusive às vezes em sua forma vampírica natural, ele se mostra uma pessoa totalmente diferente do que imaginariam. No fundo, o garanhão conhecido por praticar sexo como esporte queria mais do que nunca ter uma parceira fixa, alguém para a qual ele pudesse dedicar todo o amor que há séculos guardava para si mesmo.

Mais uma vez, J.R Ward nos trás uma narrativa encantadora, com cenas de ação e luta e as cenas calientes que ela sabe tão bem escrever e com todo o charme que só ela tem. Conseguiu mixar amor, romance, ação, drama, tristezas em um livro e ficou… único livro, tornando cada gênero interessante e sem que ficasse confuso; pois bem, ela tem o dom por que fez a história ficar… perfeita. É excêntrico por que você nunca imagina que um homem como Rhage, que sofre tanto com o castigo imposto pela Virgem Escriba possa se doar de tamanha forma para um amor, para viver, para dar, receber. A Mary por sua vez, é tão perfeita pra Rhage, que conquista não só seu coração, mas também a sua besta.

“Bem. Se não posso tê – la, então, por favor, eu me dou inteiro para você. Pegue tudo de mim, uma parte, um pedacinho só, o que quiser. Mas por favor, fique com alguma coisa.”
É sem duvidas um livro cheio de intenso envolvimento emocional, sensacional, comovente, romântico acima do normal. Você flutua em cada sentimento demonstrado, chora, rir, fica feliz e excitada para saber o que acontecerá na próxima página. Sim, por que enquanto todos esse conflitos acontecem, a guerra contra os Redutores não acaba! Ainda mais quando esses inimigos estão aperfeiçoando suas armas, sendo mais agressivos, ousados e com apenas um único foco: matar os vampiros. Você não vai querer parar de ler até absolver cada palavra, cada frase. E não é apenas um livro de romance sobrenatural com cenas bem descritas de sexo. É um livro ousado, maravilhoso, cativante, romântico e muito bem escrito. Os suspiros, claro, farão parte desse livro. É inevitável.

17 Comentários

  1. Raphaaa! Adorei as resenhas dessa série! Tenho muita vontade de ler os livros, mas com a lista imensa que tenho ainda não deu para comprá-los, mas ouço somente ótimos comentários a respeito!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Ah eu perdi o dia de promoção :S Participarei da próxima!
    Tem post novo no blog, dá uma passada lá!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland – http://booksinwonderland.blogspot.com

  2. Hey, Rapha!

    Eu já tinha vontade de ler essa série. Agora, depois das suas resenhas, minha vontade só aumentou.
    Quero ler logo!

    Tem promoção rolando lá no blog.

    Beijos!

  3. AMIGAAA PREOCUPA NÃO QUE O MEU PREFERIDO É O PHURY, APESAR DE AINDA NÃO TER LIDO O LIVRO DELE..
    MAS O RAGUE É PERFEITO DEMAIS MESMO!!
    ELE É TUDO NESSA VIDA!!!!!!!!
    BEIJOS

  4. Olá e ai como vai?

    Adorei seu espaço aqui.
    Vou seguir.
    Beijos e tudo de bom

  5. Meu Deus, Rapha! Eu quero esse livro!
    Adorei, é exatamente o tipo de romance que eu amo com personagens intensos. Essa série já me conquistou apenas através de suas resenhas que estão perfeitas.

    Beijos!

    Rafa{Fascinada por Histórias}

  6. Essa série parece ser interessante, apesar de eu estar fugindo de livros de vampiros ultimamente… uashsauh.
    Beeeijos

    Marina – http://distribuindosonhos.blogspot.com

  7. Lu disse:

    olá, resenha bem legal.
    Ainda não li nenhum livro da série e nem os tenho. =/
    Ainda vou comprar porque só leio coisas boas sobre ele. ^^

    beijos.

  8. Pah disse:

    Que Lindo seu blog! Já estou seguindo, vou voltar aqui mais vezes! ;D

    Ai quero muito ler esse livro, estou super curiosa, aiaiiaiaia, pena que to sem dinheiro esse mês! hauahuahau

    Beijokas

    http://livrosefuxicos.blogspot.com/

  9. Vanessa disse:

    Não li a resenha, ainda não li nem o livro um. Mas to louca pra ler, comprei o box e não to me aguentando de curiosidade UAHSAUHSUAS

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

  10. Sora Seishin disse:

    Oi Rapha!!
    Pela resenha deu pra perceber que o livro é bem HOT!
    Preciso ler 😀
    Beijos

  11. £ädÿ disse:

    to totalmente fora do ritmo de livros como Amante Eterno ultimamente! estou totalmente evitando a literatura sobrenatural por um tempo 🙂

  12. Aaaaaain não aguento mais ler comentários desse livro *.*
    tanta gente falando tanto.
    preciso urgentemente lê-los.
    Resenha maravilhosa Rapha, sério.
    beijo.

    Ana
    Livros ao Meio Dia

  13. Miss Carbono disse:

    “Bem. Se não posso tê – la, então, por favor, eu me dou inteiro para você. Pegue tudo de mim, uma parte, um pedacinho só, o que quiser. Mas por favor, fique com alguma coisa.”

    Rhage, seu lindo!

  14. Aline Lopes disse:

    Achei esta história muito emocionante e engraçada,pois o Rhage é hilário! E o drama que envolve o romance é sensacional!
    Rhage meu terceiro irmão favorito!

  15. * lady M. disse:

    Uau! Fiquei curiosa…
    Preciso conhecer Rhage mais a fundo… hehehe
    Preciso mergulhar nessa história.
    Adorei a resenha!

    Beijos NegroS^^

  16. Aii não li muito por causa dos SPOILLERS!!
    Mais li o suficiente para já amar esse livro *.*
    A capa é tão linda, o nome tb ”Amante Eterno”, parece ser bem emocionte mesmo!!
    Beijos
    Elidiane’

    Entre Amigas

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.