Irmandade da Adaga Negra, Resenhas, Universo dos Livros
Título: Amante Consagrado
Título Original: Lover Enshrined
Autor: J.R Ward
Ano: 2011
Páginas: 552
Editora: Universo dos Livros

Livro No Skoob | Download do Livro

Sinopse:

Nas sombras de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e seus assassinos. E existe um grupo secreto de irmãos como nenhum outro…Seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. E agora, um obediente gêmeo deve escolher entre duas vidas… Ferozmente leal à Irmandade da Adaga Negra, Phury se sacrificou pelo bem da raça, convertendo-se no macho responsável por manter a linhagem da Irmandade. Como o Primale das escolhidas, vai ser o pai dos filhos e filhas que assegurarão que sobrevivam as tradições da raça, e que haja guerreiros que lutem contra aqueles que querem que todos os vampiros se extingam. Como sua primeira companheira, a escolhida Cormia quer ganhar não só seu corpo, mas também seu coração para si mesma… Ela vê o macho emocionalmente deteriorado atrás de toda sua nobre responsabilidade. Mas enquanto a guerra com a Sociedade Lessening se torna mais severa, e a tragédia mora sobre a mansão da Irmandade, Phury deve decidir entre o dever e o amor…
No sexto livro da Irmandade da Adaga Negra, nós vamos conhecer Phury, irmão gêmeo do Z. Eu tenho as minhas duvidas com relação a esse livro… Eu ainda não tenho certeza se gosto ou não do Phury por conta das suas atitudes e decisões. Estou tentando me encontrar ainda. Mas… vamos conhecer esse vampiro de mechas multicoloridas. 🙂
Phury é o irmão gêmeo do Z. que durante um século buscou pelo irmão até encontra – lo servindo de escravo de sangue para a Ama. (se vocês não lembra a história toda, releiam a resenha de Amante Desperto). Como todos os outros membros da Irmandade, ele tem suas próprias caracteristicas e elas não se parecem de nenhuma maneira com as de Z.: é celibatário por decisão própria (Na verdade, eu fiquei um pouco desapontada por essa decisão de celibatário.. haha) que tem toda uma razão,  não tem uma perna, usando assim uma prótese, é um homem lindo, charmoso, com todos os encantos que só os vampiros da Ward nos proporciona e é claro, tem os cabelos longos e multicoloridos que sempre me impressionaram desde quando ele era citado nos livros anteriores.

Nesse livro, entendemos um pouco da vida que Phury teve com os pais que entraram em depressão e uma busca desesperada quando Z. foi sequestrado ainda bebê. E vemos pelo POV dele a tristeza, sua luta, a rejeição dos pais e o reencontro. E ficamos sabendo como foi encontrar Z. com a Ama e todo o seu esforço para salvar o irmão que tanto procurou. O motivo para Phury não ter uma das pernas é que ele atirou na própria para que pudesse salvar ele e Z. quando fugiram do esconderijo da Ama. E foi nessa mesma fuga que Z. conseguiu a cicatriz que atravessa todo o seu rosto.

Quando lemos algo sobre o Phury nos outros livros, pensamos que ele seja um cara controlado, que tem tudo decidido, que sabe tomar a rédea da situação e resolver seus problemas e é… completamente ao contrário disso. Sim, por que como já sabemos que o gêmeo sequestrado é o conturbado, com problemas com todos e tudo mais, pensamos que a outra mentade será estável. E nos enganamos. No decorrer do livro, somos envolvidos nos problemas de Phury com as drogas e a bebida e todas as suas angústias e dúvidas quanto a decisão de ajudar V. no final de Amante Liberto. Entendam o que aconteceu: V. seria eleito o Primale, o vampiro escolhido para se deitar com as Escolhidas  – fêmeas muito bem eleitas que vivem com a Virgem Escriba – com o objetivo apenas de procriar e manter a raça. V se recusava a aceitar o cargo, uma vez que estava apaixonado por Jane, e então, em um gesto muito nobre, Phury vai no seu lugar. Ele se apaixona por Cormia, uma das Escolhidas e continua a ajudar as outras no templo.

O que eu não gostei muito no livro foi que ele acabou brincando muito com os sentimentos da Cormia e ela é uma mulher doce, calma, apaixonada, complacente. E o simples vestígio de que ele está se destruindo, acaba destruindo ela também. A situação fica tão complicada, que o Z. se envolve, o que estranho, uma vez que sempre foi o que trouxe complicações. Phury fica tão dependente das drogas e bebidas, que começa a frequentar um grupo de Alcoolicos Anônimos humanos, e é assim que ele consegue se recuperar um pouco.

Talvez eu tenha me decepcionado, por que esperava realmente que ele fosse o contrário do gêmeo o que se mostrou distinto. Tipo o Yin e o Yang sabe? A escrita é a mesma e quando eu terminei o livro eu fiquei assim: “Caramba, eu nunca pensei que um vampiro pudesse ser viciado!” Por que nunca me passou pela cabeça, mesmo! Mas ler os livros da Ward é embarcar em um novo mundo, onde quase tudo é possível. É um livro importante, é instigante, um pouco frustrante. Pra mim foi por que eu tinha o Phury como o meu preferido entre os Irmãos até conhecer o Rhage, claro.

11 Comentários

  1. Miss Carbono disse:

    Oie!

    Que legal, vc já leu todos os livros da Irmandade? Confesso que pulei a resenha mas é que estou lendo Amante Revelado e iria me perder completamente =P

    teh mais

  2. Mar disse:

    rsrs, todo mundo anda lendo esses livros!

  3. Oi Rapha! Gostei bastante da resenha, mas fiquei um pouco perdida, pois ainda não li os livros! Mas você me deixou com bastante vontade!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo no blog, dá uma passada lá!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland – http://booksinwonderland.blogspot.com

  4. Daniele disse:

    Eu ainda nao li nenhuuuuuuuum =( ahhhhhhhh eu quero

    Bju bju bjao

    chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

  5. oi amiga.
    eu sou louca pelo phury!!!!
    fiz um desafio oficial do blog amor imortal e gostaria que você respondesse:
    http://amorimortall.blogspot.com/2011/04/desafio-oficial-do-amor-imortal.html
    beijos

  6. Vicky Doretto disse:

    “Caramba, eu nunca pensei que um vampiro pudesse ser viciado!” kkkk eu pensei isso também rsrs
    Adorei a resenha *-* pra variar… rs
    eu li esse em inglês ¬¬¨ ainda não tinham terminado a tradução ¢.¢ rs
    BJão =^.^=

  7. Eu gostei desse livro… achei legal pelo que vi na resenha que ele correu riscos pelo irmão.
    A história de Phury é bem tensa né! :s
    quero ler, quero ler..

    beijos,
    Ana
    Livros ao Meio Dia

  8. Aline Lopes disse:

    A história de Plury é bem emocionante e dramatica,mostra que ele sofreu também bastante…Vale muito a pena ler. Bjus.

  9. Aff não gosto de homem que brinca com os nossos sentimentos!!
    Mesmo assim não vou deixar de ler Amante Consagrado!
    Gosteii muito da resenha! Parabéns
    Elidiane’
    Beijos

    Entre Amigas

  10. Pah disse:

    Oi

    Parabéns pela resenha!
    Mas vou ser sincera, pulei umas partes na leitura pq. só li o primeiro ainda acredita! aiaiaiia, estou super ansiosa para ler os próximos, já até comprei o box!

    Beijokas

    Livros & Fuxicos

  11. Doces Meninas disse:

    Oi, tudo bem? Eu realmente fiquei confusa, encontrei este link no http://www.skoob.com.br/livro/resenhas/152026 Eu acho que é a mesma coisa, como vi que você postou primeiro, achei justo lhe mostrar. Gostei muito da resenha!
    Mari
    docesmeninas.com

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.