Editora Farol, Resenhas

Título: O Monstrologista
Título Original: The Monstrumologist
Autor: Rick Yancey
Tradutor: Ana Carolina Mesquita
Ano: 2011
Páginas: 472
Editora: Farol

Livro no Skoob

 Will Henry é assistente de um médico com uma especialidade incomum: a monstrologia, isto é, o estudo dos monstros. Ao receber em casa o cadáver de uma menina atrelado a um desses seres que se acreditava extinto, Will e o médico sairão à caça de outros antropófagos antes que seja tarde demais. O Monstrologista é o primeiro de uma eletrizante trilogia para aqueles com estômago forte!

Monstrologia: 1. Estudo da vida de formas geralmente malévolas aos seres humanos e não reconhecidas pela ciência como organismos existentes, em especial aqueles considerados produtos da mitologia e do folclore. 2. O ato de caçar tais criaturas.
O Monstrologista vem narrar em primeira pessoa os diários de Will Henry, um garoto de 12 anos que mora com o estranho cientista Pellinore Warthrop desde que seus pais morreram em um incêndio. Ele sempre foi acostumado a conviver com estranhos seres, uma vez que Warthrop trabalha e estuda esses seres que muitas pessoas creem não existir. Mas… depois de uma visita no meio da madrugada e uma outra  ao cemitério no meio da noite, Will e Warthrop vão descobrir que um estranho monstro denominado Antropaphagi está ameaçando a segurança de todos. Mas a pergunta é: como esses estranhos seres atravessaram oceanos e chegaram à Nova Inglaterra, quando só se tem registros muito antigos deles na África?

Eu comecei a ler bem devagar até a história começar a ficar realmente interessante. Will Henry é um garoto que mais serve de doméstica para o Warthrop, que faz tudo que ele quer e que não tem uma vida normal: acordar no meio da noite com gritos, visitas na calada da madrugada, uma alimentação inadequada e a carência de sono, sem contar nos inúmeros seres horrendos que ele ajuda a estudar e conservar. Já Warthrop é um velho bem amalucado – uma vez que pessoas que acreditam nestes tipos de seres são tudo, menos sã da consciência. Ele leva sua profissão muito à serio e sabe dos comentários das pessoas na cidade a respeito de si mesmo.
Com capítulos extensos e uma escrita fácil, que quando eu percebia já tinha lido 50 páginas sem parar. O autor conseguiu escrever com uma quantidade absurda de detalhes e sem que ficasse chato ou monótono, foi tudo na quantidade exata para que o livro seguisse sua sequência. Em algumas partes do livro eu fiquei bem enojada, como em ‘uma bola espessa de catarro’. É um livro tão rico, que você consegue imaginar com absurda coerência tudo que a cena descreve. Não é um livro pra quem não gosta muito de sangue e morte. Você acaba descobrindo muito mais sobre os Antropaphagi com uma riqueza de informações enormes, o que já dá para sentir a pesquisa que o autor se deu o trabalho de fazer. Eu, muito curiosa como sou, e querendo saber se a minha imaginação chegou pelo menos perto desses seres, procurei no Sr. Google uma foto. 
 E posso falar? Ainda bem que eu procurei bem no inicio do livro, por que fez toda a diferença para o restante da minha leitura.
Com o decorrer da história você começa a se perguntar quem realmente é o verdadeiro monstro. Um livro cheio de mistérios a serem desvendados, moral a ser julgado, monstros a serem perseguidos e a principal pergunta: Você acredita em monstros? O Monstrologista é o primeiro livro de uma trilogia que me faz esperar ansiosa pela continuação, até para saber se lerei mais alguma coisa dos diários de Will Henry. Os personagens são bem demarcados com suas características próprias, que mais uma vez eu tive a sensação de estar dentro da história. Malachi apesar da história muito triste e assustadora que vive, me agradou bastante, até pelo carinho inesperado que ele começa a sentir por Will e Kearns (que muda de nome quando lhe convém), mas que deixa bem marcado o seu tipo de personalidade.
Quando chega ao final do livro, eu pelo menos fiquei em dúvida se tudo aconteceu ou não realmente, uma vez que temos várias provas que NADA, absolutamente nada ocorreu. Gostei desse gostinho de dúvida que ficou no ar… mas eu ainda acredito que tudo aconteceu de verdade.
Estes são os segredos que guardei. A confiança que nunca traí.  Porém, agora ele está morto, e já se passaram mais de quarenta anos, aquele que confiou em mim, aquele por quem mantive estes segredos.  Aquele que me salvou… e me amaldiçoou.
A Editora Farol fez um excelente trabalho. Em algumas páginas (não acontece com frequência, o que me deixou bem contente por que não poluiu as páginas) tem desenhos de instrumentos cirúrgicos e partes de corpos. Foi algo bem sutil e que não distrai da leitura. A formatação está maravilhosa, a fonte é bem legível e eu não pesquei nenhum erro, o que demonstra um cuidado enorme com todo o livro. A capa eles mantiveram a americana, que é muito bem trabalhada. Um livro super recomendado. 🙂

Outras capas:

17 Comentários

  1. Amanda disse:

    Nossa! Nunca ouvi falar desse livro. E meu Deus. Gostei.
    Me parece ser bem legal, e agora tô com uma vontade de saber mais haha.

    Beijos.

  2. ALINE T.K.M. disse:

    Adorei saber mais sobre esse livro. Normalmente sou chegada a coisas mais sangrentas e até meio mórbidas, então acho que provavelmente iria me deliciar com o livro. A foto da “criatura” que você colocou no post me deixou ainda mais curiosa!

    Bjo,
    escrevendoloucamente.blogspot.com

  3. Adorei a resenha Raphinha!
    Gostei deles terem mantido a capa americana, ela é melhor que a outra.
    Que figura de bicho horrendo é essa? xD kkkkkkkk
    Talvez vou ler o livro, apesar de que gostei muito do assunto q se trata, não gosto de livros com muita morte e sangue 😡

    beijos,
    Ana Luiza
    Livros ao Meio Dia

  4. Sw e Su disse:

    Olá Raphinha.
    Nossa, tenho muita vontade de ler esse livro, mas ainda ñ tive a chance ainda 🙁
    Mas td bem. Adorei a resenha. adoro livros com temas diferente e, se possível, assustadores ou misteriosos.

    Mil bjoks fofa ^.^

    @suellennxavier
    Suellen
    Bem pra Mente

  5. Isabelly disse:

    Olá Raphinha!

    Adorei a sua resenha, mas o livro não me chamou a atenção. Não faz o meu tipo de leitura! =( Mas adorei o plot, muito incomum o enredo!

    Beijos,
    Bells – Just a Girl

  6. Michelle' disse:

    Oi Rapha (:
    Adorei a resenha, achei super original essa história de monstros e tudo mais, já que ultimamente a gente só vê livros de vampiros, anjos e lobisomens! kkk
    A capa é muito bem trabalhada, e com certeza eu vou ler, já que eu gosto dessas coisas meio “mórbidas”.
    Beijinhos
    -Michelle (Minha Bagunça)

  7. Raphiiii (de Raphilicious haha)!

    Mandou super bem na resenha! Eu quero ler O Monstrologista! Diferente do que já li.

    Bjooo!

  8. Rapha disse:

    Tá td mundo falando super bem do livro, eu to doiiida pra ler!

    Beijos
    Rapha – Doce Encanto

  9. Sthaelle disse:

    Oi!

    O livro não me chamou mt a atenção não rs
    quem sabe um dia eu não mude de ideia, mas sua resenha ficou mt boa! E são os pequenos detalhes que realmente, fazem a diferença na leitura!!

    Beijos
    Thata e os Livros ~

  10. Biialou disse:

    Oiie Rapha,
    passando só pra avisar que te indiquei pra um meme, prometo que volto de novo para comentar direito, viu =)

    http://thislovebug.net

  11. Brê disse:

    Oi Rapha! Peguei sua inscrição =D
    Muito obrigada por participar! Assim que houver novidades eu te aviso, oks?
    Bjs!!

  12. Kel Costa disse:

    Rapha, acho que é a resenha mais interessante que já li sobre esse livro, adorei!

    Então, tenho muita vontade de ler (novidade, qual eu não quero ler? rs), então estou esperando surgir oportunidade! A foto da coisinha fofa ali que vc colocou, é uma graça (not) hahahahaha

    Bjs,
    Kel
    http://www.itcultura.com

  13. Já vi algumas pessoas falarem desse livro e gostarem…
    ain, esse livro ainda não me convenceu! Sei lá, não parece ser do tipo que eu gostaria de ler =P

    ;*

  14. Camila Costa disse:

    nossa nao conhecia esse livro! Me interessei, a resenha me fez lembrar do Livro do Cemiterio (que é realmente bom)
    gostei da capa e a criatura gracinha ali me deu arrepios kkk
    vou tentar ler!

    bjs
    Camila
    http://blogcabelosaovento.blogspot.com

  15. PamFardin disse:

    É sombrio e curioso ao mesmo tempo… Adorei xD Vixi, aprendi uma nova matéria: monstrologia, pena que não tem na escola… KKK’

    Bjs!
    Pam Fardin
    aritmeticadasletras.blogspot.com

  16. Sora Seishin disse:

    Oi Rapha!
    Vi que você tinha publicado a resenha e vim aqui ler logo, pois gosto de ler opiniões diferentes dos livros que já li ^^
    Bola espessa de catarro hahahha
    E que medo dos anthropophagi!!! >_<
    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

  17. Bom, essa foi a primeira vez que eu ouvi falar desse livro, mas achei bem interessante. Vou dar um olhada melhor e quem sabe lê-lo, né?
    Gostei da dica!

    beeijos,
    Jéssica

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.