Resenhas, Universo dos Livros

gsTítulo: Mulheres Solteiras Não São de Marte Título original: Autor: Letícia Vidica Ano: 2011 Editora: Universo dos Livros Número de páginas: 286

Mulheres Solteiras Não São de Marte é primeiramente um livro completamente feminino. Em segundo, um livro que eu acho que TODAS as mulheres deveriam ler. E em terceiro… um livro muito, muito engraçado!

Mulheres Solteiras Não São de Marte é primeiramente um livro completamente feminino. Em segundo, um livro que eu acho que TODAS as mulheres deveriam ler. E em terceiro… um livro muito, muito engraçado! E um livro que é totalmente voltado para o público feminino, que toda mulher deve ler e ainda por cima engraçado, com certeza tem algo especial. E esse, eu não posso fazer mais nada além de elogiar.

Diana vem nos contar suas aventuras amorosas: cita alguns rolos que já teve, sua obsessão (ou poderia dizer dedo podre?) para homens comprometidos, aquele namorado que não toma atitude nem sai do lugar, aquela vontade apenas de ter contato… físico, ou aquela outra que tem quando você precisa de carinho. E todas as complicações e pensamentos que só uma mulher vive e mesmo assim não sabe explicar o porquê: discussão de relacionamento quando não precisa ou surtos em TPM. Ou então aquela vontade louca de comprar, sair todo o final de semana com as amigas, beber até passar mal, boas risadas e ótimas histórias pra contar. Isso sem comentar todas as frustrações profissionais e pessoais.

Juntamente com suas amigas Lili e Betina, Diana consegue nos envolver de uma maneira bem humorada em suas histórias de ‘amor’ que nem sempre acabaram bem. E ainda mostra um pouco de como nós mulheres, apesar de muito parecidas em diversos pontos, somos completamente diferentes em relação aos homens: Lili é aquela que sonha com o príncipe encantado que aparecerá montado em um cavalo branco e a levará para morar no castelo onde eles viverão felizes para sempre. De alguma maneira, Lili foi a personagem que eu mais me identifiquei, uma vez que eu também sonho (ou sonhava?) com alguém assim. Já Betina é uma mulher mais séria, madura e a mais velha das três. Depois de uma grande decepção, ela tomou como objetivo de vida que não precisa de um homem pra sobreviver, leva a vida muito bem assim, obrigada. Claro, que às vezes, como qualquer ser humano normal, ela precisa se envolver com alguém, mas sempre consegue tomar controle da situação e se afasta antes que se machuque novamente. Diana é aquela do meio – termo: enquanto está solteira, aproveita de tudo. Não deixa nenhuma oportunidade escapar. Mas se está em um relacionamento, leva a sério para tentar ser o máximo feliz e adquirir experiência.

Com histórias baseadas na vida da autora Letícia Vidica e de suas amigas e que eram publicadas no blog Papo de Calcinha, vocês não vão conseguir largar enquanto não terminarem. Com uma escrita leve, bem humorada e um pouquinho sarcástica, vai parecer que você está batendo papo com uma amiga, afinal, quem nunca se apaixonou por um homem canalha? Por que aquele outro que era grudento? Ou aquele que era tudo de maravilhoso, o homem que você pediu a Deus, mas ele era tão perfeito que você não quis mais? E quantos não te fizeram sofrer e com isso te ajudaram a crescer? Quantas vezes você não ficou esperando o telefonema prometido na noite anterior? E quantas vezes você percebeu que já estava envolvida tarde demais? Ou que além de casado ele era pai? E agora eu pergunto: quantas vezes você já passou por uma dessas situações? Ou (que isso não tenha acontecido com vocês!!) por todas elas?

Quando comecei a ler o livro, confesso que não esperava tanto. Por quê? Logo na ficha catalográfica vem escrito autoajuda. Eu fujo completamente desse tipo de livro, não faz de nenhuma maneira o meu estilo literário. E o gostoso é quando você consegue ser surpreendido. Eu ia pra faculdade lendo o livro e tinha várias crises de risos de parar, abaixar a cabeça e cobrir o rosto com a blusa de frio para abafar o riso. É aquele tipo de livro que você só conseguirá largar depois que terminar. Antes disso, você estará com ele ali, grudadinho perto de você, para qualquer folguinha que tiver, abri – lo e saborear essa aventura. São situações que quando descritas, fazem você fazer parte de tudo. Os diálogos, as cenas inusitadas, problemas inesperados, atitudes tomadas com alto teor alcoólico…

Venha conhecer a história de Diana e descobrir que você não está sozinha nesse mundo em que as mulheres solteiras são tratadas como se fossem seres extraterrestres. Além de ter esse ponto muito bem colocado – opinião completamente compartilhada -, vemos como a amizade dessas amigas se mantém mesmo nos momentos mais difíceis, constrangedores, alegres e divertidos, nas situações mais tristes ou uma em que uma precise da outra para que todas consigam ficar bem. Diana, Lili e Betina mostram muito bem como é manter uma amizade saudável. Elas eram sinceras uma com a outra sempre, independente se machucariam ou não: a verdade prevalecia. Claro que uma vez ou outra alguém tinha que intervir para a coisa não sair do eixo, mas logo depois já estavam elas lá de novo tomando uma cervejinha e fazendo compras.

Com um excelente trabalho, a Universo dos Livros trouxe mais uma autora brasileira para mostrar seu talento de uma forma muito divertida. A capa é impecável e casa muito bem com o enredo em si, junto com a formatação que foi muito bem trabalhada.

9 Comentários

  1. CAROLINA disse:

    Tem sorteio lá no blog, dá uma passadinha.
    Bjos, Carol.

  2. Mari Fnfics disse:

    Gostei desde livro parece ser bom!!!

  3. Isabelly disse:

    Adorei sua resenha. É a primeira resenha desse livro que eu leio e já fiquei com vontade de ler ele. Amei, amei!

    Beijos,
    Bells – Just a Girl

  4. Ah, adorei a sua resenha 😀
    O livro em si parece ser muito legal, porém ainda não me interessei em lê-lo, quem sabe mais para frente.

    Beijos&beijos
    Book is life

  5. Miss Carbono disse:

    Também pensei que era auto-ajuda e por isso o livro me surpreendeu tanto, acho que foi uma surpresa bem positiva (talvez uma das maiores do ano)

    Resenha fantástica, falou tudo!

    teh mais

  6. Livro super fofo!
    E engraçado!!!!!!!
    Boa pedida!

  7. Luana Farias disse:

    Disem que esse livro é bom, mas é que eu não sou muito de conto sabe? Por isso nem sei se leio, mas quem sabe.

    Bjs

  8. Nossa super tenho um mega desânimo em ler livros de autoajuda tambem!
    Mas como você falou que ele é mega engraçado e tão “necessário” na nossa listinha feminina haha vou dar uma chance!
    Assim que tiver com um dinheirinho extra, vou comprar, gostei muito da sua resenha, e da forma descontraída que falou da obra Raphinha *-*
    Muito interessante também a entrevista da autora, falando sobre como foi o desenvolvimento do blog e a criação do livro, e os resuminhos das personagens 🙂

    beijos, Ana Luiza
    Livros ao Meio Dia

  9. Livy disse:

    Estou louca para ler este livro
    Adorei a resenha *-*

    Beijos
    Livy
    nomundodoslivros.com

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.