Livros Nacionais, Resenhas

Título: Um Amor no Deserto
Autor: Rosane Fantin
Páginas: 212
 Ano: 2011
Editora: Clube de Autores

Livro no Skoob
Amy é uma jornalista desportiva muito competente. Uma mulher independente, de ideias próprias e determinada. Numa de suas aventuras jornalísticas, durante o Rally Paris-Dakar de 1986, se ve perdida no meio do deserto do Saara, com sua moto atolada nas areias, em vias de morrer desidratada e sozinha. Porém, por obra do destino, é encontrada por um estranho tuareg, que a leva ao mundo do antigo povo nomade, numa aldeia perdida no meio das dunas. Ali se ve prisioneira do homem e indefesa contra as leis da natureza, obrigada a esperar que alguém do mundo civilizado apareça para ajudá-la. Neste ambiente, aparentemente hostil, onde Daren passa a definir suas ações, surge um sentimento novo, que vai determinar uma mudança irremediável em sua vida.

Amy é uma conceituada jornalista desportiva que adora uma aventura. Com uma super ideia, querendo trazer algo criativo e dinâmico para suas matérias, resolve participar do Rally Paris-Dakar. Porém, não esperava que fosse acontecer um acidente e se visse perdida no meio do deserto. Quando é encontrada desacordada e em estado grave de desidratação pelo misterioso Daren, fica assustada pela forma como esse sedutor homem mexe com ela. E o pior: como ele é determinada em mantê – la ‘prisioneira’ com os nômades taruegues, onde ela acaba assimilando um pouco da cultura, fazendo amizades e claro, se apaixonando por esse lindo homem.
Ao mesmo tempo que vemos Amy em um lugar deserto e desconhecido, totalmente solitária, temos a breve visão de como é está ali: mesmo com todas as dificuldades, como não observar a paisagem ao redor? E o senso de aventura volta a falar mais alto. E diante de tanto exostismo em apenas três dias, Amy e Daren vivem um lindo amor. Entretanto, são separados pelo destino… mas segredos terão que ser desvendados para que esses dois possam enfim ficar juntos.

Eu gostei muito da história que a autora criou. Porém, me incomodou bastante uma coisa que anda acontecendo em vários outros livros também: esse amor de uma vida inteira acontecer em três minutos. A Rosane escreveu uma história que poderia ter sido melhor desenvolvida para que tudo se tornasse um pouco mais real. Ela tem um gancho interessante: uma história de amor que começa em um deserto, com um personagem masculino totalmente atraente e uma personagem principal um pouco irritante, mas é apenas isso. Eu senti falta da conquista, da luta pelo amor. Em três dias, na minha perspectiva, é muito pouco para que uma pessoa se apaixone por outra perdidamente. Em um deserto, vivendo em uma cultura diferente, conhecendo o modo de viver, fazendo amizades, teria um amplo espaço para que alguns pontos fossem melhor explorados.

A autora escreve com facilidade, sutileza e com um toque de romantismo que grande parte das mulheres irão se identificar. Daren é um homem tão charmoso, que com suas ações muito humanas acaba conquistando não apenas Amy, também quem está lendo. Bem dosado nas cenas de sexo, sem pesar na mão, vamos descobrir pouco a pouco como ambos irão resolver e lidar com os problemas da separação e distância.

A capa poderia ter sido melhor trabalhada, apenas para melhorar visualmente, já que eu gosto da ideia passada. Mas a imagem utilizada não está com uma qualidade boa. A diagramação do livro é simples e o único ‘defeito’ que eu pesquei foi que algumas partes o texto não está justificado.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.