Editora Intrínseca, Resenhas

Título: Predestinados

Título Original: Starcrossed
Autora: Josephine Angelini
Tradutora: Ana Luiza Libânio Dantas
Páginas: 315
Ano: 2012
Editora: Intrínseca
Predestinados
Livro no Skoob
Helen Hamilton passou os dezesseis anos de sua vida tentando esconder o quanto é diferente – tarefa nada fácil quando você mora em uma pequena ilha do Atlântico. E fica cada vez pior: ela teme estar enlouquecendo. Após ter pesadelos com uma jornada desesperada por um deserto, ela acorda morta de sede e com os pés sujos de terra e poeira. Na escola, é atormentada por alucinações com três mulheres que choram lágrimas de sangue. E há também Lucas Delos: quando o encontra pela primeira vez, Helen ainda não sabe, mas os dois estão fadados a representar os papéis principais de uma tragédia que o destino insiste em repetir através dos tempos.
Ao desvendar os segredos de seus poderosos ancestrais, a jovem descobre que alguns dos mitos mais conhecidos da humanidade não são meras lendas, e mesmo os poderes de um semideus poderão ser pouco para desafiar as forças que teimam em cruzar e afastar os caminhos de Helen e Lucas.
Helen Hamilton tinha uma vida quase normal – não fosse pelas coisas estranhas que às vezes aconteciam com ela. Porém, quando a família Delos se mudou para a ilha do Atlântico essas coisas estranhas passaram a acontecer sempre, em todo lugar que ela encontrava algum membro daquela misteriosa e enorme família. Em um único encontro com Lucas Delos, Helen conseguiu chamar a atenção de todas as pessoas da escola e passou a ser a nova fofoca da cidade, afinal, será que ela havia mesmo enlouquecido ao simplesmente tentar matar aquele garoto que nunca tinha visto antes sem motivo aparente?
Conhecendo um pouco mais sobre os Delos e buscando as respostas para tudo de estranho que estava acontecendo, a garota acaba por revelar coisas sobre o passado que nem ela acreditava. Os pesadelos tão reais, os ferimentos que cicatrizavam em instantes, a força sobrenatural e a visão de três velhas mulheres chorando lágrimas de sangue comprovavam que os mitos da Grécia Antiga sobre os deuses e a Guerra de Troia não eram apenas mitos: Helen era uma Descendente.

– Descendente? – balbuciou Helen. – Descendente de quem?
Lucas respondeu. Helen ouviu, mas não entendeu.
A palavra semideus estava tão distante do que ela esperava escutar…

Com a paixão repentina que acontece entre ela e Lucas quando eles salvam um ao outro, o romance começa e aí é que a história complica de vez: os dois são Descendentes de deuses diferentes e não podem ficar juntos, segundo a Trégua – se ficarem, assim como Helena e Páris fizeram há muito tempo, a Guerra de Troia que matou muitos inocentes recomeçará.
– Quem era? – perguntou Helen de repente. – Segundo a história que nos ensinaram, Odisseu enganou os troianos com um enorme cavalo de madeira. Mas você disse que alguém traiu Troia.
– Não houve o cavalo de madeira. Odisseu estava envolvido, isso é verdade, mas tudo o que fez foi convencer Helena a usar sua beleza para encantar os guardas e fazê-los abrir os portões à noite. Por isso, nós, Descendentes, nunca damos o nome dela aos nossos filhos. Para nós, dar o nome de Helen, ou Helena, para uma filha é como, para os cristãos, dar a um filho o nome de Judas.

A mitologia grega normalmente é um assunto que chama a atenção das pessoas e juntando isso com uma capa perfeita ninguém resiste! Escolhi Predestinados exatamente por isso. Não acho que me decepcionei tanto assim, mas nem de longe esse foi um dos meus livros preferidos. O primeiro capítulo… Ahhh, demorei séculos pra sair dele! A história começa tão lenta e chatinha que quase desisti. Mas ainda bem que continuei lendo, porque apesar de algumas partes serem maçantes, a história é um tanto quanto boa.
É uma confusão de nomes e deuses e o dom de cada um e um monte de coisas pra entender, principalmente para quem nunca leu muito sobre mitologia grega, como eu. Mas prestando atenção nos detalhes, a leitura é proveitosa. Em algumas partes esse livro me lembrou muito Fallen, com o romance proibido e estranho entre Luce e Daniel. O livro parece uma junção bacana de várias histórias, mas nada muito original. As personagens também não são muito desenvolvidas e Helen se torna irritante em muitas partes do livro, sendo a mocinha que precisa do amor da sua vida pra tudo e não se destaca em nada mesmo sendo uma das Descendentes mais fortes. Fora que ela é linda demais, mas passa metade do livro se escondendo com medo de chamar a atenção. Dá vontade de entrar no livro e falar pra ela ter mais personalidade, mas como isso é impossível, só resta ficar revoltada mesmo.

A diagramação não deixou nada a desejar e percebe-se que a editora se preocupa com os mínimos detalhes do livro, apesar de achar alguns errinhos básicos de gramática ao decorrer das páginas. A fonte usada para a contagem dos capítulos lembra muito a Grécia e achei isso bacana, fora a capa que já é linda e pelo computador não dá pra ver, mas é estilo metalizada. A-do-rei!

Predestinados é o primeiro livro de uma trilogia e eu achei que praticamente todos os mistérios foram revelados nele, sem deixar muitas brechas para outros dois livros. Mas pretendo ler o segundo livro assim que for lançado aqui no Brasil – sem data prevista – porque, como já citei, achei razoavelmente boa a história e, claro, porque minha curiosidade pra saber do resto não vai me deixar em paz. Pra quem gosta de mitologia e um romance totalmente proibido e cheio de complicações, é uma boa leitura!
– Qual seria o nome que você teria dado a Lucas?
– A tradição teria nos feito dar o nome do pai de Castor, que morreu um pouco antes de Lucas nascer – disse Noel com o rosto sério.
– E qual era o nome? – perguntou Helen, já mais ou menos sabendo que nome Lucas teria recebido se a mãe e o pai dele tivessem seguido as regras.
– Páris – respondeu Noel, sem conseguir olhar Helen nos olhos.

Beijos,

Sobre o Autor:

Camila. 16 anos. Viciada em livros, seriados e músicas. Individualista, sonhadora, dedicada, sincera e um pouco careta. Anda de skate, toca violão e sonha em tornar o mundo mais justo e inteligente.

Colunista de romance de banca no Equalize da Leitura, mas às vezes também posta resenhas de outros livros.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.