novembro 06, 2012Irmandade da Adaga Negra, Universo dos Livros

A Amante Renascida e o bafafá com a Universo dos Livros

0 Comentários

É MUITO difícil que eu faça esse tipo de post aqui no Equalize da Leitura. Geralmente o que eu tenho para dizer ou eu falo pelo Twitter/Facebook mesmo ou através do Relatos de Uma Blogueira. Porém, dessa vez está sendo diferente e já explico os motivos. Para não ter que ficar explicando por 140 caracteres e nem deixar de responder ninguém, vou escrever esse texto para explicar as pessoas que estavam ou ainda estão perdidas no auê. Eu vou tentar explicar, mas inevitavelmente acaberei expressando a minha opinião em algum momento. E atenção que pode haver spoiller. Let’s go!
Ontem pelo Facebook, a editora Universo dos Livros divulgou a capa do décimo livro da Irmandade da Adaga Negra…
…com o título de Amante Renascida, essa moça em primeiro plano, esse moço ali atrás e tal. Ahãm, até aí tudo bem… só que não.
A sinopse do livro seria essa, em tradução livre:

Desde a morte de sua shellan, Torhment é uma sombra com um coração partido comparado com o líder vampiro que ele já foi. Trazido de volta a Irmandade por um anjo em serviço, ele luta novamente contra uma vingança implacável – e não está preparando para uma nova tragédia. Vendo sua amada em seus sonhos, ele se torna um anjo para salvar sua antiga companheira, apenas aumentando a aflição no caminho que ele próprio deve tomar para libertá-la. Com a guerra entre os lessers, um novo clã de vampiros surge para tomar o trono do Rei Cego, Tohr luta entre um passado inesquecível e um futuro que ele não sabe se ele consegue viver…. mas que não pode se afastar ou evitar.

 E o que aconteceu para causar tantos comentários na página, fãs reclamando de tudo na capa, outros a favor, um debate acirrado com pessoas perdidas no meio sem saber o que está acontecendo e o que é certo e/ou errado? Começaremos a analisar.
O nome do livro em inglês é Lover Reborn, que em tradução livre seria Amante Renascido pelo menos para mim. A confusão toda está dando – se por causa que a maior parte dos leitores acreditam que Reborn se refere ao Tohr  (eu acredito nisso também) e não a personagem feminina que aparece no livro, então, não faria sentido que fosse Amante Renascida. Só que vááááááárias outras pessoas comentaram também que a autora (no livro em inglês) refere – se a essa mesma personagem como Reborn, ou seja, como a Renascida. Como a palavara é unissex no inglês, estamos com esse dilema. Daí juntou com a capa que tem o mesmo tom que as outras e que poderiam ter puxado um pouco para a capa americana.
Olhando a mesma, percebemos que só tem o suposto Tohr na capa. Nada de mulheres. Mas se a editora ficou com dúvida a respeito de qual personagem se trata o livro, por que não perguntar a autora?
Quem já leu os nove livros da Irmandade e aguardou furiosamente e ansiosamente por esse livro para descobrir o que será feito do destino do Thor e como ele superará todos os traumas e a tristeza pela qual vem passando. Eu li o livro em e – book, como todos os outros. Eu não aguentaria esperar e mesmo com todas as reviravoltas da história, posso dizer que é o melhor livro em quesito sentimentos que a autora escreveu até aqui, batendo inclusive o livro do Z.
Eu acompanho as entrevistas com a Ward, a tradução que as meninas dos grupos dedicados a série fazem e sempre, sempre, sempre a autora deixou muito nítido que os livros são a respeito dos IRMÃOS, com exceção de Amante Libertada, um livro da Payne que se tornou uma guerreira e então ganhou seu próprio livro. Em nenhuma entrevista a autora falou que o livro Lover Reborn era sobre uma personagem feminina, gente! Então alguem me explica os motivos para estarem fazendo isso?!
Como leitora, apaixonada pela Irmandade e sabendo que poderia ter saído algo MUITO MELHOR, me sinto deprimida e triste neste exato momento, pelo trabalho apresentado. Desculpa Universo dos Livros, só que mais uma vez está tudo errado!! Semestre passado foi a mesma confusão quando queria trazer Amante Livre como uma das opções para o livro da Payne. Aí tem o livro Mistérios Noturnos que foi divulgada uma capa muito legal, depois trocaram para outra para pegar uma ondinha básica no sucesso do lançamento de Cinquenta Tons de Cinza e depois de MUITA queixa, voltaram para a capa divulgada primeiramente.
Até quando vamos ter que ler caraca e caralho no lugar do FUCK YOU muito bem escrito pela Diva Ward? A Universo dos Livros nunca teve um histórico muito bom a respeito dos livros, traduções, revisão, diagramação, principalmente com os livros da Irmandade da Adaga Negra. Quem nunca comprou um livro deles e não pegou algum erro? E o ‘maricas’? E os palavrões que não existem (e todos sabemos que deveriam ter, já que estamos falando da W – A – R – D)? E a tradução #googletradutorfeelings? E o ‘melhoramento’ das cenas de sexo? Não estamos falando de uma série erótica? Sem contar nos trechos que foram retirados e mais um bando de reclamações. Como comprar um livro quando você percebe que estão modificando o trabalho da autora? Até quando vamos ficar a mercê das editoras brasileiras que fazem esse tipo de trabalho e somos obrigados a comprar por não termos outras opções viáveis? Sinto vontade de imprimir o e – book que eu li, fazer as correções, colocar os créditos, fazer uma capa com Amante Renascido escrito e impresso em papel de cartolina e saí por aí vendendo. Sério.
DESCULPA de verdade quem acha o título é aceitável e trazem trechos e mais trechos onde a autora coloca que reborn se refere a No’One, mas você não irá me convencer disso. O livro é do Tohr e isso é tão óbvio como respirar. Ele que renasce em todos os sentidos. Se REBORN serve para ambos, que mantenham no masculino, já que o foco SEMPRE foi e SEMPRE será o Tohr.
O que eu tenho a dizer? Estou aguardando junto com mais uma legião de fãs da Irmandade que o título seja mudado. E que se possível, tragam outra opção de capa, onde o Tohr seja o destaque, mesmo que seja aquele modelo que eles colocaram nessa capa (até por que é pedir demais que eles troquem o título, mudem a capa e troquem os modelos. Vamos com calma com eles.) Que perguntem para a autora, que releiam os livros, que entendam a situação a possam dar um retorno satisfatório.
Eu deixei minha indignação lá na página. Eu não sou de ofender ninguém e não fui lá para falar de tradução do texto ou qualquer coisa assim, já que não era o caso. Mas a editora já fez tanta palhaçada com essa série maravilhosa que deu abertura para as pessoas se expressarem. Será sempre essa confusão no lançamento de um livro novo da Irmandade? Já que sabem que somos exigentes e que vão arrumar confusão quando se trata especialmente dessa série, por que não tomar mais cuidado? Por que não dá um retorno? Sinceramente, o que eu sinto lendo AMANTE RENASCIDA na capa de um livro é que quem cuida desse trabalho todo está esquecendo de lembrar da história que foi construída até aqui.

A Rê Alves, minha amiga e a pessoa que me apresentou as melhores séries que eu li na minha vida literária, inclusive IAN, deixou um comentário lá que eu acho que resume tudo o que eu tenho a dizer:

Sabe o que esse erro significa? Que tem um monte de gente que tirava nota baixa em interpretação de texto e hoje tá na área editorial. Sim, foi a No’One que renasceu, no sentido biblíco da palavra. Entretanto, foi o Thor quem renasceu na saga, após a morte da Wellsie. Renasceu no amor, renasceu como irmão. Simples assim. E que acompanha a saga, não tem dificuldade NENHUMA em compreender isso. E dizer que a Ward errou ao escolher uma palavra unissex é no mínimo engraçado, uma vez que todos os adjetivos e inglês são unissex. 😉 É uma questão de lógica e compreensão.
Acaba aqui o que eu tenho a dizer. Espero que vocês tenham compreendido o drama todo, mas que possam acompanhar através de diversos blogs e pela página da própria editora como irá terminar essa história e possam opinar a respeito.

posts relacionados

Deixe seu comentário

Vídeos no canal

@equalizeleitura
© 2019 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por