novembro 16, 2012Sem categoria

[Indicação de Filme] A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte II

0 Comentários

Título Original: The Twilight Saga – Breaking Dawn Part II
EUA, 2011– 117 min
Direção: Bill Condon
Gênero: Romance
Atores: Robert Pattinson, Kristen Stwart, Taylor Lautnet, Kellan Lutz, Ashele Greene, Niki Rea

 E lá vamos nós para a indicação do último filme da saga. Eu começo dizendo que fico feliz por mais esse ciclo ter se fechado. Tudo que começa tem um fim e esse foi realmente surpreendente. 
Eu não estava muito como fiquei com a primeira parte do filme, já que essa segunda parte é exatamente a mais frustrante do livro e ve – la sendo reproduzida, pensei, que fosse ficar tão ruim quanto. Ledo engano. Me atrevo a dizer que foi o melhor até aqui, fechando com chave de ouro e deixando os fãs da Saga em êxtase. Se você não assistiu ainda, vai ter só spoiller.
Quando Bella acorda depois de ser transformada em vampira, começa a se adaptar em como a sua nova vida será. Claro, Edward está ao seu lado para ajuda – la na primeira alimentação e para todos os próximos momentos, inclusive quando conhecerá sua filha, Reneesme. O que ela não esperava era que Irina visse a criança e pensasse que ela fosse imortal, indo dedurar para os Volturi que vão atrás dos Cullen para resolver a história toda, enquanto isso, esses vão atrás de testemunhas para tentarem conter os Clã poderoso.
Depois desse resumo tosco já que todos sabem realmente a história do filme, vamos ao que interessa. Eu sai extasiada do cinema. Com a pele arrepiada, com a mão no rosto sem acreditar no que tinha acabado de assistir, sem acreditar que o Bill Condon conseguiu dar um final digno para um filme que tinha TUDO para sair errado e tão ruim quanto o final do livro. Mas não. É chocante perceber a interpretação dos atores, como as cenas foram produzidas, sendo fieis ao livro até a parte final, onde é reviravolta que vai fazer toda a diferença. Eu pelo menos aplaudi de pé a decisão do Condon. Se a Meyer tivesse feito algo parecido no livro, creio que teria agradado mais os leitores.
A Kristen está muito bem no filme: realmente ela como vampira é sensacional. A melhor parte é que parece que quando ela se tranformou, perdeu o péssimo hábito de morde os lábios *O/* O Rob parece mais tranquilo nesse filme e muito bem. Taylor sempre é uma surpresa boa para mim, já que na minha mente ele sempre será o Jacob perfeito. Outro que eu sempre gosto de dizer que faz a diferença nos filmes, claro, é o Billy Burke. Sério.
O que eu AMEI:
Surra no Jacob: Aaaaaaaaaaaaaah, como eu ansiava por isso! As caras da Kristen muitas vezes não me convenceram, mas quando ela berra: ‘VOCÊ ESTÁ CHAMANDO A MINHA FILHA DE MONSTRO DO LAGO NESS?!’ e joga o Jake lá longe eu me divertir muito. Enquanto isso, o Edward está bem lá na sacada vendo tudo e deixando. Eu sempre achei que o Tay perfeito para o papel de Jacob e quando ele faz cara de arrependido, tentando mostrar para a Bella que não é como ela pensa, conseguiu me convencer.
Queda de braço: uma das cenas mais esperadas, né? Só achei que foi muito rapidinha, mas a cara do Emmet foi sensacional!

Jacob se transformando: Jacob se mostrando na frente do Billy e quando ele pula e depois deita na frente do Charlie, enquanto o mesmo está com uma cara de: ‘que raios é você?!’ foi so amazing! E depois vem uma das cenas mais lindas…
Charlie abraçado com a Bella: gente, que cena liinda! Eu sou fã do Burke por que ele deu um toque irônico aos filmes, mas mesmo assim ele sempre consegue me surpreender. Ele aparece todo destruído por causa do sumiço da Bella, pensando que a filha está morrendo. E claro, a pergunta clássica: você não se transforma em um animal, não né? foi de arrancar risos. Mais um pontinho para o Billy.
Clã Denali:  Quando Bella, Edward e Jacob levam a Nessie para conhecer o clã em busca de testemunha, ficou muito real a cena que elas pulam lá na Indonésia de medo da menina, deixando bem claro como é forte o sentimento em relação as crianças imortais.
Créu vampiresco: eu não sabia o que esperar dessa cena de sexo na segunda parte do filme. E caramba, mais uma vez fui surpreendida e ficou maravilhosa. Ficou lenta, sensual, sexy, nada vulgar. Tirando algumas caretas que a Kristen fez que eu acho impossível que alguém faça (talvez só ela mesma) durante o sexo, ficou perfeita.
Vampiros pelo mundo: adorei, adorei, adorei ver os outros vampiros espalhados. Assim, aquelas Amazonas estavam esquisitas por demais, parecendo bichos e eu me senti ofendida. u.u Mas tirando esses detalhes, pelas interpretações.
A grande luta: Deus, o que foi aquilo?! O Bill conseguiu fazer um final espetacular para o que pensávamos ser impossível! Se a Meyer tivesse tido essa sacada e não feito a merda que fez no final do livro, estaríamos todos mais felizes. Na hora que arrancaram a cabeça do Carlisle, o meu coração sangrou. Tipo, como?! Minha boca ficou em um ‘o’ eterno e eu não sabia o que pensar, fazer, agir. E rapidamente as outras cenas começaram e todo mundo foi morrendo, lutando, se matando, lobos e vampiros. Aí arrancam a cabeça do Jasper, depois o Seth morre 🙁 Caramba, quando eu vi que o brilho tinha sido apagado dos olhos dele, os meus se encheram de lágrimas. Depois bem a Leah salvando a Esme, sendo que ela nunca foi com a cara da mulher. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, quando eu percebi que era tudo a visão da Alice, eu já estaa agarrada na poltrona da frente, os dedos brancos por que o sangue não conseguia circular direito. Sem mais. Poderia ter sido uma merda, mas as minas palavras não conseguem explicar o que eu senti.
Bella & Edward na clareira:  como eu sobrevivi a essa cena? Fazendo uma alusão bem clara aos outros filmes, quase tive um treco. Não lembrava mais dessa parte e foi uma bela surpresa, principalmente quando tem a Bella mostrando que o Edward sempre foi importante pra ela… e tem todos aqueles flashbacks dos outros filmes, inclusive dela toda destruída em Lua Nova *lagriminhas nos olhos* Emocionante.
Trilha sonora: só não bateu a de Crepúsculo, por que aquela lá foi a melhor de todas. Mas por exemplo, a música do Green Day que estava esperando tanto só foi tocar nos créditos finais e ela é tão linda. Esperava que tivessem dado mais destaque. Mas a canção de ninar da Bella foi repetida e teve a da Nessie. Gostei.
O Final: Que bela homenagem o tio Bill prestou a todos que participaram do filme. Eu já me sentia saudosa só de olhar para a carinha de todos eles que deram vida aos personagens que tanto gostamos, uns mais e outros menos. Enquanto eu via aquela homenagem, lembrei das pessoas que eu conheci através da Saga, das amizades que construi e das histórias que escrevi. Muitos podem falar mal de Twilight, por que parece que foi/é a moda. Mas o que os livros e filmes me proporcionaram ninguém conseguirá me tirar. Por isso fico tão feliz que esse ciclo tenha se encerrado.
O que eu achei ESTRANHO:
A Bella fugindo dos homens que estavam fazendo trilha: não sei vocês, mas a impressão que eu tive é que ela estava possuída, correndo descalça, os cabelos tudo desgrenhado, com aquela cara típica da Kristen e tal… Eu comecei a rir na hora.
Nessie: Gente, aquela menina em computação gráfico ficou engraçada demais. Na hora que dava o som com o risinho dela eu me encolhia toda! hahahah Em algumas partes eu acho que ficou demais, mas no geral fizeram um bom trabalho, exceto no final que ficou muito falso, quando colocaram o rosto da Mackenzie na menina mais velha.
Enfim, um filme digno de palmas. O melhor para finalizar a saga de forma esplendorosa.

posts relacionados

Deixe seu comentário

Vídeos no canal

@araphadoequalize
© 2020 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por