Editora Arqueiro, Resenhas

Título: A Viagem do Tigre
Título Original: Tiger’s Voyage
Autor: Colleen Houck
Ano: 2012
Páginas: 494
Tradução: Ana Ban
Editora: Arqueiro

 Livro no Skoob

Perigo. Desolação. Escolhas. A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor?

Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores.

Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos.

Em A viagem do tigre, terceiro volume da série A maldição do tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada em direção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

E lá vamos nós para a resenha do terceiro livro da série dos Tigres. Para entender a situação, vejam a resenha de A Maldição do Tigre e de O Resgate do Tigre. É sempre um dos livros que eu espero ansiosamente pelo lançamento.
Kelsey e seus dois tigre, Ren e Kishan, devem encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga para concluirem mais uma etapa da quebra da profecia e libertar os homens indianos que vivem no corpo de tigres. Fora isso, Kelsey ainda sofre deploravelmente com a amnésia de Ren, que não consegue lembrar dela. Ren sabe que gosta da garota apesar de recordar o que viveram antes. Já Kishan investe com todas as suas armas para conquistar o precioso coração de Kelsey e tentar mostra – la que ele pode ser (e talvez seja) tão bom quanto seu irmão. Por quem ela irá se decidir? E enquanto seu coração é disputado, os três precisam aprender a conviver juntos com todas os problemas, estudarem as novas pistas, fugirem do Lokesh e tentar de todas as formas possíveis chegarem mais perto de quebrarem a maldição. Eles vão se deparar com tarefas maravilhosas (no sentido de quem está lendo haha), mais encontros com a Durga, presentes incríveis e uma jornada que vai muito além de concluirem essa tarefa.
– São lilases. Quando um homem dá um lilás a uma mulher, está lhe fazendo uma pergunta: você ainda me ama?
– Você já sabe a resposta.
– Eu queria ouvi – la de você.
– Sim. Eu ainda amo você.
Quando eu terminei o livro anterior, eu estava um pouco sem saber o que eu realmente senti quando li. Já esse, eu terminei totalmente saciada e falei: trabalho cumprido, Houck. Eu não consegui abandonar o livro, devorei assim que chegou, virei a noite e terminei no outro dia. Cada capítulo aparece mais novidades e você também quer acompanhar e descobrir o que vai acontecer. Não foi corrido, não foi detalhista ao ponto de ser chato. Foi perfeito na medida certa. Não faltou nem transbordou.
As partes que eu mais espero no livro são os que falam da quebra da profecia. Aparece mais da Durga e eu sempre gosto de como ela surge para eles. Nesse ela deixa bem claro uma quedinha pelo Kishan que me fez gritar enquanto lia: ISSO, ALGUÉM TEM QUE VER O VALOR DESSE TIGRE!
Tem o ‘triângulo amoroso’ amoroso também. E isso eu digo que foi algo que fez a leitura do livro decair e MUITO. A Kelsey se acha horrorosa, no entanto, DOIS tigres INDIANOS e LINDOS a acham perfeita. Por onde quer que ela passe, sempre tem um homem PERFEITO que também se interessa. Só ela que se acha feia e imperfeita e com nenhuma qualidade. Aí fica com aquele mimimi horroroso: Ren ou Kishan? Um me abandonou e o outro me deseja, um é bom demais e o outro… também, um é tigre branco o outro negro, um me afastou dele e o outro só se aproxima, um fala palavras bonitas e o outro também e blá blá blá. Vocês conseguem perceber o quanto a autora pecou nesse quesito? Eu – não – aguentava – mais – ler – a – Kelsey – com – essas – dúvidas! Até porque, convenhamos, todos sabemos com quem ela vai terminar no final! Eu sei que é importante até para algumas passagens do livro que tenha essa competição entre eles, mas passou dos limites de tudo nesse livro. PORÉM, sim. eu me rendo. Apesar de toda a frescuragem, eu marquei alguns trechos que eu achei extremamente lindos no livro. Só.
– Você está esquecendo de uma coisa, iadala. O amor não é uma consequência. O amor não é uma escolha. O amor é uma sede…. uma necessidade vital à alma quanto a água é para o corpo. O amor é um líquido precioso que não só alivia uma garganta seca como também revigora o homem. Dá forças suficientes para que ele se disponha a matar dragões pela mulher que lhe oferece esses sentimentos. Se você tirar esse líquido de mim, vou ressacar e virar pó. Tirar isso de um homem que está morrendo de sede e dar a outro sob o seu olhar é uma crueldade que eu não achei que você pudesse cometer.
A respeito da quebra da profecia, foi o livro com a história mais legal nesse aspecto e o primeiro que eu consegui visualizar tão bem como filme. Deus, se fizerem algo realmente bem feito ficará perfeito. Cada dragão tem suas particularidades e mesmo com seus defeitos e qualidades, você acaba ficando encantando com a história que a autora traz a respeito de cada um. Mais uma vez, Colleen encaixa as peças do quebra cabeças de forma perfeita e esplendorosa. A série A Maçdição do Tigre conseguiu me conquistar por que não é apenas um livro de fantasia. São livros com abordagens diferente, que traz um novo horizonte para quem está lendo, fora toda a pesquisa cultural que temos no meio da história, que sempre me faz parar a leitura ou marcar para procurar depois mais a respeito.
Não vou tecer muitos comentários a respeito da obra física: a editora Arqueiro vem acertando em cheio nos seus lançamentos e principalmente nessa série, manter as capas originais é obrigatório. Elas são lindas, transmitem e remetem sempre a algo que vamos encontrar no livro e eu sou totalmente frenética de ter as capas mais lindas na minha estante. A formatação é simples, com letras de tamanho agradável para a leitura e as folhas são amareladas. Junta com a escrita inteligente da autora e faz o combo feliz que qualquer leitor deseja.

Sobre o Autor:

Raphaela. Futura Publicitária apaixonada por livros, que deseja ler todos os livros do mundo. Como sei que não é humanamente possível, vou lendo os que estão ao meu alcance. :}

Estudante, aspirante a escritora, romântica declarada, compulsiva por livros. Blogueira, resenhista, universitária, apaixonada por bons livros e amante de bons personagens.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.