Editora Arqueiro, Resenhas
Título: O Inferno de Gabriel
Título Original: Gabriel’s Inferno
Autor: Sylvain Reynard
Ano: 2013

Páginas: 511
Tradução: Fabiano Moraes

Editora: Arqueiro

Livro no Skoob

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites.

O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.

Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.

Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.

Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.

Julia está fazendo seu mestrando sobre Dante na Universdade de Toronto. Seu orientador é Gabriel, um professor rigoroso e atormentado. Ele acaba se encantando pela sua inocência e ela se sente atraída pelo seu, digamos, jeitinho. Acabam se aproximando mais do que deviam e quando menos esperam, estão envolvidos de forma irreversível. Os dois são atormentados por erros que cometeram no passado e para superar, lutarão juntos para afastar a escuridão e trazer luz para ambos. Conseguirão superar, reedescobrir um ao outro, contar seus segredos e se apaixonarem verdadeiramente?

Cara, eu não sei bem o que dizer desse livro ainda. Terminei de ler,  mas estou com vários pontos na cabeça. No geral: não gostei. PORÉM, existem algumas cenas (que isoladamente) são boas, como por exemplo, o debate entre Julia e Gabriel sobre Beatriz e Dante e o ‘amor’ deles. Sim, poderia tirar os momentos de ‘reflexão’ de ambos os personagens, que entope toda a narrativa do livro (e que geralmente são apenas repetições da primeira ‘reflexão’) e diminuir o livro para 300 páginas fácil.

Quanto aos personagens: achei tosco a forma como o Gabriel trata a Julia no começo do livro. Gente, desculpa, mas se tem alguém que gostou daquilo… tem sérios probleminhas. NUNCA que eu ia permitir que nenhuma pesssoa me tratasse daquela forma, falando do lugar onde eu moro com sarcasmo. No mínimo humilhante, depressivo e desnecessário. Ahãm, ele muda. Eu sei disso porque vai ser o argumento que a maior parte de quem leu o livro e gostou vai utilizar. Depois da mudança drástica dele, simpatizei mais… mas não dizem que a primeira impressão é a que fica? Foi a que ficou comigo. Quanto a Julia… é deprimente ler um livro em que a personagem não tem nenhuma autoestima ou confiança em si própria, se deprecia e acha que não é boa o bastante. O Gabriel fala que ela é linda e tem pernas bem torneadas e cabelos belíssimos mas a própria pessoa não consegue ver uma qualidade sequer em si própria? Não dá gente, é demais pra mim. O pior é deixar que outras pessoas façam isso! O problema desses livros que eram fanfics de Twilight e que vem sendo publicado é que ninguém imaginou a personagem principal diferente da Bella do livro. Por quê não criaram uma pessoa confiante?

Eu gostei da fluidez da leitura, da escrita fácil e de como você se sente envolvido pela história por causa dos detalhes. Não é algo chato e, apesar dos outros fatores para eu não ter gostado, esse ponto no livro me agradou. Outro ponto que eu gostaria de destacar: o autor do livro se esconde atrás de um pseudônimo e insiste em dizer que é um homem. DESCULPA, mas quem lê o livro consegue perceber por enredo, escrita e vários outros detalhes que obviamente é uma mulher. Me incomoda que uma pessoa que fique se escondendo atrás de um nome. Escreveu um livro? Mostre a cara, ora essa!

O Inferno de Gabriel me passou a sensação que vai ser como Belo Desastre: a maioria do público vai ficar frenético na leitura, achando tudo lindo e perfeito, enquanto eu vou achar que foi apenas mais uma história com personagens principais masculinos arrogantes e sem nenhuma credibilidade. E muito fácil de ler, porque ambos eram fanfics.

Sobre o Autor:

Raphaela. Futura Publicitária apaixonada por livros, que deseja ler todos os livros do mundo. Como sei que não é humanamente possível, vou lendo os que estão ao meu alcance. :}

Estudante, aspirante a escritora, romântica declarada, compulsiva por livros. Blogueira, resenhista, universitária, apaixonada por bons livros e amante de bons personagens.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.