Editora Record, Resenhas
gsTítulo: O Projeto Rosie Título original: The Rosie Project Autora: Graeme Simsion Ano: 2013 Editora: Grupo Editorial Record Número de páginas: 319

Rosie havia falhado em diversos critérios do Projeto Esposa – incluindo a questão mais crítica, em relação a fumar. Meus sentimentos por ela não podiam ser explicados pela lógica.
Eu tenho que começar a fazer uma lista. Uma lista de livros peculiares e/ou que todos deveriam ler. Porque eu lembro que tem vários deles que eu escrevo isso, então, é mais fácil para encontrar depois. Pois O Projeto Rosie é no mínimo, peculiar. E isso não quer dizer que eu não gostei.
Dom é um homem muito inteligente. E muito metódico. Todas as terças ele come lagosta com salada de wasabi, seguindo o seu roteiro de refeições padronizadas. Seus compromissos são todos agendados com antecedência para que não choque com outros e atrapalhe seu cronograma. Isso inclui os minutos para não chegar atrasado. E é assim também na universidade onde trabalha como professor de genética. Ele é muito certo e tem comportamento peculiares. Tudo pode ser resolvido com uma pesquisa. E por ser tão distinto das outras pessoas, ele costuma não ser muito sociável. E isso o torna muito engraçado, pois é muito verdadeiro… e muito Dom. Com isso, ele tem problema para encontrar uma namorada.
Existe alguma coisa em mim que repele as mulheres. Nunca achei fácil fazer amizades e, pelo visto, as mesmas deficiências que causaram esse problema também afetaram minhas tentativas de relacionamentos amorosos.
Para encontrar a mulher perfeita. E cansada de sempre acabar de mal a pior seus relacionamentos, ele acaba criando O Projeto Esposa. Seu melhor amigo é Gene que é casado com Claudia. E quando ele começa a distribuir o formulário para O Projeto é Esposa é que ele conhece Rosie.
Durante o período em que trabalhamos juntos no Departamento de Genética, tivemos diversas discussões interessantes, que continuaram mesmo depois de sua mudança de cargo. Só por isso eu já teria ficado satisfeito com nossa relação, mas Gene também me convidou para jantar em sua casa e executou outros rituais de amizade, o que resultou em um relacionamento social entre nós. A esposa dele, Cláudia, uma psicóloga clínica, hoje também é uma amiga. O que totaliza dois amigos, portanto.
Rosie é tudo aquilo que Dom não quer para esposa: ela fuma e bebe, só para começar. Tipo, quem o Gene é para ficar indicando essa mulher tão inadequada para ele? Por fim, ele a convida para jantar mesmo com todas essas diferenças e aí parte para outro projeto: O Projeto Pai que vai ajudar a Rosie a descobrir o seu e coloca o geneticista que existe dentro de Dom em ação. Mesmo com todas as diferenças e inadequações de Rosie, Dom percebe que ela pode sim ser perfeita para ele e daí então começa O Projeto Rosie.
Rosie havia falhado em diversos critérios do Projeto Esposa – incluindo a questão mais crítica, em relação a fumar. Meus sentimentos por ela não podiam ser explicados pela lógica. Eu não dava a mínima para Merryl Streep, mas estava apaixonado por Rosie.
O Projeto Rosie é um livro com a construção diferenciada. Ele poderia ser apenas ais um livro clichê sobre romance, só que é muito ais que isso. O Dom é um ser humano extremamente raro. E mesmo assim você se diverte com ele. Por ser muito inteligente e aprender as coisas rápido (ser professor de uma Universidade contribui também!), o seu modo de falar as coisas é totalmente distinto do que estamos acostumados e creio que isso faz a diferença aqui.

O Dom é prático e complexo, ao mesmo tempo. Qualquer leitura de explicação resolve o problema que ele tiver. Se quiser aprender a dançar, um esqueleto humano com certeza pode ajuda – lo depois da sua leitura sobre o básico de dança. Se ele quer aprender diferentes posições sexuais, nada melhor que pegar um livro em que ensine isso e muito mais. E por que não treinar com o mesmo esqueleto? HAHAHA Quando eu terminei o livro eu fiquei com a sensação que não é apenas um romance. O Dom é realmente um experimento que deveria ser estudado. Ele é sério que fica engraçado. Ele é prático que se torna interessante. Ele é inteligente que chama a atenção. Ele é complexo diz o que ninguém quer ouvir mas que não compreende a si mesmo.

O argumento dela foi simples: existe alguém para todo mundo. Do ponto de vista estatístico, quase com certeza ela estava certa. Infelizmente, a probabilidade de eu encontrar essa pessoa era minúscula. Mesmo assim, aquilo gerou um incomodo no meu cérebro, como um problema matemático que sabemos que deve ter solução.

Os personagens são cativantes e por Rosie ser totalmente o oposto do que o Dom deseja é que percebemos os motivos pelas quais eles se dão tão bem. E pelo meio do caminho você percebe que eles vão aprendendo e se descobrindo um com o outro. Antes, para o Dom, o que era totalmente impossível – se envolver com Rosie – acaba se tornando tão comum como qualquer uma de suas atividades cronometradas. Ela era seu oposto e isso mexeu com ele pois viu o mundo não ais através dos seus olhos, mas também através dos olho da bela mulher que Rosie é. Entre tantos outros adjetivos.

É o típico livro em que você consegue visualizar virando uma excelente comédia romântica. E claro, recomendo muito, principalmente para fugir do convencional.

Eu gostei muito da edição: a capa é fofa, a editora manteve o tamanho padrão dos livros dele e casaram perfeitamente com a historia do Dom. Não precisa dizer muito quando história + projeto gráfico realmente se completam.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.