novembro 07, 2013Relatos de Uma Blogueira

[Relatos de Uma Blogueira] O desastre infernal é falar mal de livro angelical

0 Comentários

Toda vez que sai um livro que é preferidinho por uma boa parte dos leitores e eu que eu, impreterivelmente, falo mal… 

#acabouomundo #SaiRaphaela #VocêÉLouca #ParaForaTodasAsPessoasQueDetestamOPatch #OsAnjosSãoMaravilhosos #TravisMaddoxMeChamaDeMesaECantaEmCimaDeMim #GabrielChamaMeuCorpoDeMestradoEVemMeOrientar #OsYA’sSãoOsMelhores #NuncaIreiMeApaixonar #MaddoxVocêMeSeduz #GabrielVocêMeAlucina #PatchaNãoSeiOQueMaisDizerDeVocê

– Você não pode falar assim de um livro.

– Você ofende os fãs.

– Como você OUSA?

– Ele é tesudo.

– Ele é perfeito.

Patch é gostoso. Travis é o homem da minha vida. O Professor Gabriel é ma-ra-vi-lho-so.

Okay… OKAY!

Esse Relatos vai causar certo desconforto e sei que boa parte das pessoas que estão lendo vão discordar de mim, mas espero que as poucas que concordem apareçam também e deixem seus comentários (Uhuu!! Não estou sozinha! #SeJogaGalera) e me dar um apoio moral, pois no final me sentirei sozinha no mundo.
Eu tenho problemas com alguns personagens masculinos. Um problema sério. Um problema grave. Geralmente, porque eu simplesmente não consigo me identificar com ele ou porque ele é idiota ou porque é autoritário ou porque é babaca ou, pior que isso: é idiota, autoritário e babaca. Tudo junto. Para cá eu trouxe três exemplos diferentes: Travis Maddox de Belo Desastre e Desastre Iminente, Professor Gabriel de O Inferno de Gabriel e O Julgamento de Gabriel e Patch da série Hush Hush.

Por que você escolheu logo esse três? Porque são os três personagens que quando eu cito são os mais aclamados e discutidos e debatidos e os fãs são loucos e frenéticos.  Cada um de seu modo conseguiu atravessar o mundo em diversas direções e conquistar o coração da mulhereda (e dos homenzaços também, por que não?) com seus atributos. Eu acho o Travis um canalha sem escrúpulos e sem personalidade, o Gabriel é um autoritário que não gosta de ser contrariado e muitas vezes rude e o Patch é simplesmente idiota. Eu não consigo lidar com esses personagens. Eu não consigo lidar com essas personalidades.

O que eu quero dizer é que você pode continuar a gostar de um desses caras ou de todos eles juntos, eu não me importo sinceramente. O que me incomoda é que vez ou outra que eu toco no assunto, várias pessoas me agridem verbalmente (podem acreditar, isso acontece!) ou mandam indiretas (estou acostumada) por não entenderem que eu não tenho interesse nenhum e nem morro de amores por eles.
Mas as pessoas não entendem isso. E é aí que entra o desastre infernal que é falar mal de qualquer livro, seja ele angelical ou não.
E, claro, boa parte de vocês não me conhecem pessoalmente. Não sabe que eu fico zoando, rindo, atentando dizendo: ‘Você não merece respeito! Você não gosta apenas de um, mas de todos eles juntos!’ (@JeessieRodrigues, você se identifica com essa frase?), mas eu vou respeita – lo. E por isso acham que eu não posso falar mal ou apontar o que acredito não valer a pena em determinados livros e se esquecem principalmente que eu também fico #chateada, #magoada, #aflita, #semchão quando vocês falam de algum livro que eu gosto muito. Quando você, meu caro, não gosta de alguma coisa, por acaso deixa de falar por causa de algum comentário? Não? Pois é, nem eu.
Eu realmente acho sério o fato de tantas meninas, mulheres e adultas acreditaram que o Travis é o homem da vida delas, não estou aqui para julgar ninguém #CadaUmCadaUmCadaLugarUmLugar Mas o encanto dele que é atiçado em milhares de leitoras simplesmente não chega até em mim. Considero ele machista e ofensivo a minha inteligência. Suas ações não justificam suas reações.
MAS RAPHA. POR QUE VOCÊ É ASSIM?
Porque eles não me atraem, galera. Eles não são personagens cativantes. Não quero entrar na moralidade nem bancar a feminista aqui, mas são personagens com a personalidade conturbada, que me incomodam de uma maneira quase dolorosa. Se eles fossem pessoas de verdade, eu com certeza brigaria com todos eles assim que pousasse os olhos neles. Eu sei que vocês podem falar: *imitando a vozinha debochada* ‘- Mas tem personagens piores do que os citados e você não fala nada.’ Verdade. Isso pode ser um pouco de implicância da minha parte #meujeitinhosimpático e pode ser porque eles não causam tanto frisson quanto os já citados. Existem personagens e personagens. Personalidades e personalidades. Gostos e gostos.
A leitura traz sentimentos que só quem está lendo consegue identificar e isso pode não ser coerente (para poucas pessoas) ou não vai agradar (para uma grande parcela de pessoas).  POR FAVOR, eu sou apaixonada por Crepúsculo e sei a quantidade de coisas idiotas que tem ali. Mas eu gosto mesmo assim. Eu sei o quanto as pessoas criticam quem gosta. Mas eu gosto mesmo assim. Eu sei que falam mal dos livros, do filmes, que tem vampiro que brilha, humana totalmente dependente de outra pessoa. Mas eu gosto mesmo assim. Eu acho equivocado algumas coisas que as pessoas falam? Acho. Eu posso tentar convence – la do meu ponto de vista? Depende, se ela quiser me ouvir (e me deixar ouvi – la) e souber lidar com o que eu vou falar. Eu gosto quando falam mal dos livros que eu tenho guardados no peito? Não, mas quem está lendo as minhas manifestações negativas tem que saber discernir e ir atrás para saber se concorda ou não comigo e não vim bater boca comigo (primeiro porque você vai ficar falando sozinho; segundo porque não vai funcionar; terceiro que isso é bobo) ou falar que eu não posso falar isso ou aquilo.
Estou cansada das pessoas ficarem pegando no meu pé pois eu não gosto de tais personagens, aquele autor, aquela história ou qualquer coisa do tipo. Me deixa falar! E falem também! Você pode encontrar pessoas com pensamentos diferentes e mesmo assim ser feliz! E pode encontrar pessoas que concordam com você e continuar sendo feliz. Continue lendo os livros que te dá prazer, que te faz feliz. Se o jeito estúpido do Travis te faz feliz, o que pode fazer? Se você ama o modo como Gabriel trata a Julia, seja feliz! Se o anjo sem sal do Patch te faz arrepiar, agarra mesmo.
Cada um é realizado lendo aquilo que gosta. E sempre vai ter reclamações. Você só tem que aprender a lidar com isso, mesmo que às vezes seja inevitável a chateação. A vida é assim.

P.s.: queria ressaltar que o Grey está além das discussões, por isso ele não entrará nesse tópico. Apesar de crer que ele se encaixa. E quais são os personagens que quando você abre a boca para falar já vem uma enxurrada de pessoas de #mimi para vocês?

posts relacionados

Deixe seu comentário

Vídeos no canal

@equalizeleitura
© 2018 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por