Editora Arqueiro, Resenhas
Título: Mar de Rosas
Título original: Bed of Roses
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 288
Tradutora: Janaína Senna

Livro no Skoob
Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor.

Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado. Os seis são praticamente uma família. E justamente por isso Emma e Jack nunca revelaram a atração que sentiam um pelo outro. Mas há coisas que não podem ficar escondidas para sempre.Mar de rosas é uma história ardente, sexy e divertida sobre as vantagens e os desafios que surgem quando uma grande amizade vira paixão.

O segundo livro da série O Quarteto da Noiva conta a história de Emma e Jack. Embora esse seja um livro mais aclamado do que o primeiro, relembro o que eu disse na primeira resenha: que o primeiro é e sempre será meu favorito por causa de Carter. Enfim, de verdade, assim como aconteceu no primeiro livro quando reli para fazer a resenha, encontrei falhas nesse livro ao rele-lo e não posso deixa-las passar. Mas não se engane, o segundo livro da série segue a mesma linha maravilhosa do primeiro e que continua durante a série. Vale à pena, eu digo com certeza sem pensar duas vezes.

Duvidava que alguém percebesse ou entendesse que essas quatro mulheres literalmente seguravam a onda juntas, fazendo os malabarismos necessários e passando a bola uma para a outra com a habilidade de jogadores profissionais.

Emma é uma mulher realizada em muitos setores da vida incluindo o profissional e o social. Com melhores amigas ótimas, pais amorosos e bem sucedida no trabalho, ela nunca escondeu que o ponto forte de sua vida seria encontrar o amor de sua vida e ter um casamento tão cheio de paixão, respeito e companheirismo como o de seus pais. Jack sempre foi um ótimo amigo para ela e para suas amigas sócias da agência Votos, tanto que quando elas decidiram reformar a antiga casa de Parker na agência organizadora de casamentos, ele tomou a frente do projeto no que discerne à arquitetura como cortesia. Sempre tinha havido uma faísca forte entre eles, mas como tudo na vida, a história deles tinha hora certa de acontecer.

Uma coisa que gostei de cara desde o início da história é que nenhum dos dois fica cercando a situação quando não conseguem mais ignorar a atração que sentem um pelo outro: eles estavam com vontade de ficar juntos, foram e fizeram. Eles eram amigos antes de tudo, e adultos, saberiam lidar com a situação quando ela mudasse. Emma estava à procura do amor de sua vida, mas não fazia questão de ficar sozinha: tinha muitos encontros e era muito sincera em todos, divertia-se como uma mulher saudável deve fazer, e nunca enganava os homens com quem saía se eles não fossem o que ela estava procurando. A situação com Jack já começou diferente porque além da atração, ela já nutria um amor e respeito por ele… Além de uma crush antiga.

Sabia exatamente que tipo de amor queria, um amor que se infiltra nos ossos, se enraíza no coração e floresce no corpo. Queria um amor que durasse para sempre.

Jack hesitou mais em ceder porque além do fato de estar menos seguro do que ela de que aquilo não teria repercussões ruins mais tarde, temia a forma como a mudança no relacionamento deles iria mudar a dinâmica dentro do círculo deles de amizade. Um ponto engraçado entre eles é que Jack fazia o tipo galanteador, mas não galinha, e tinha uma história com as quatro amigas… Nada tão sério, mas uns beijos aqui e ali na juventude. O humor neste livro continua tão afiado quando no primeiro, e às vezes eu parava de ler para achar melhor graça dos diálogos.

Os trechos com a família de Emma são maravilhosos; a família dela é especial e muito unida. Os trechos dela com as amigas continuam sendo um dos pontos altos da história, assim como os trechos dela no seu trabalho falando dos arranjos de flores que fazia, conversa com clientes e clientes em potenciais, e a responsabilidade que ela tinha nas costas em transformar a decoração daquele casamento no sonho que os noivos queriam. Mas a questão chave continua sendo o romance.

Gente, é para morrer de amor com a fofura desses dois. A consideração de Jack pela Emma fazia com que ele tivesse maior cuidado em como ele agia para não magoa-la… Sério, qual seria o nexo se ele se transformasse justamente no cara que se machucasse sua amiga, ele teria partido a cara? E a paixão entre eles também é whoa… E Emma não tinha esse negócio de fazer doce não; ela queria, ele queria? Eles se pegavam mesmo e que se danasse o resto.

– Você está pensando em fotos – disse Laurel, secando os olhos. – O que há ali é romance de verdade.

– Não só em fotos. Em momentos. Esse é o momento de Emma. Sua borboleta azul. E provavelmente não deveríamos estar aqui olhando. Se eles nos virem, o encanto vai se quebrar.

– Eles só conseguem ver um ao outro. – Parker pegou a mão de Mac e a de Laurel, e sorriu quando sentiu que a da Sra. Grady tinha pousado em seu ombro.

O conflito surge quando as emoções se intensificam, e Emma começa a tratar Jack de um jeito tão mais especial que o assusta. Ele não tinha um bom exemplo dos pais como ela, e não planejava um futuro ao lado de alguém na sua vida. É aí que ele pisa na bola… Na reação do medo, e acaba fazendo o que tanto temia: magoando-a.

Aqui também é onde acontece a grande falha que me fez repensar minha avaliação da história, apesar de eu ter gostado tanto: a forma como Emma se comporta quando eles brigam. De verdade, para uma mulher tão independente, ela se desvalorizou muito e também agiu de modo muito imaturo. Ela não bateu o pé ou, pior, bateu nele não (risos), ela simplesmente se entregou ao problema como se fosse a pior coisa do mundo e como se ele fosse o único homem da face da terra. Entendemos que o amor pode te derrubar, (com certeza entendemos), mas achei que essa parte não estava condizendo com a personalidade dela e com o relacionamento deles até então. Parecia por um momento que era um outro casal.

– Vou ser honesta com você, Jack, como prometemos fazer. Tenho um fraco por histórias românticas, por rituais, por gestos. Também tenho um fraco por paixão, dessas fulminantes e doidas. Quero você das duas formas.

E o motivo da briga em si foi um tanto previsível, observando as personalidades dos dois, desde o início já sabíamos quem iria vacilar na história. Além do que, não foi algo tão absurdamente horrível assim para o tamanho do drama que seguiu. Por isso também o comportamento extremamente devastado da Emma pareceu tão fora de foco em comparação ao resto. Assim como os comportamentos superprotetores das amigas em relação a ela. Pareceu um tantinho… Demais.

De todo o modo, é um livro gostosíssimo de ler. Um romance, leve, engraçado e com um happy ending. Perfeito para você que está saindo de uma leitura pesada, ou triste, ou dark. Eu geralmente preciso de uma leitura mais amor para aliviar meu coração depois de alguns livros. Se você também é assim, não pode errar. E se está apenas na vibe de leituras fofas ou é apaixonada por romances (como eu), sonhe um pouquinho como seria se você tirasse a sorte grande na vida conseguindo seu maior desejo… E principalmente se ele/ela é seu/sua amigo(a). Histórias friends to lovers* são minhas favoritas.

*Friends to lovers: Romances em que os personagens são amigos antes de serem amantes; o relacionamento é gradual.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.