Editora Record, Resenhas
gsTítulo: Só Depende de Mim Título original: Up to Me Autora: M. Leighton Ano: 2014 Editora: Grupo Editorial Record Número de páginas: 271

Pare de ouvir o resto. Lembre-se de como você se sente quando eu a beijo a toco. Não use a razão. Você me conhece. E quando os meus lábios estão nos seus, você confia em mim.
Só Depende de Mim é o volume 2 da trilogia Bad Boys escrita pela M. Leighton, publicado pelo Grupo Editorial Record.
Se no primeiro livro – Louca por Você – conhecemos o estranho triângulo amoroso entre Olivia e os irmãos gêmeos Nash e Cash e descobrindo algo a respeito do passado de ambos e bastante importante, ela acaba se decidindo: Cash.
Agora no segundo livro, o que realmente aflige Olivia é saber que entregou seu coração para um bad boy, ainda que seja Cash. Por conta do trabalho na boate, eles fingem para todos que não estão juntos e Olivia precisa resistir ao impulso de pular em toda e qualquer mulher que dá em cima do homem. Fora isso, precisa fazer seu coração confiar que é necessário tentar amar novamente, aprendendo durante o processo que Cash pode ser o homem da sua vida e nada daquilo que a sua mente insiste em lembrar dos seus relacionamentos passados.
O problema é quando acontecimento obscuro da família de Cash vem à tona, acaba colocando a vida de Olivia em risco, sem contar que a única prova que Cash tem para se resguardar e tentar tirar seu pai da cadeia acaba sendo colocada em jogo. Decidido por protegê-la – principalmente por tê-la envolvida em problemas tão sérios – Cash vai até seu pai que o instruí a procurar determinadas pessoas. Ele só não imaginava que fatores que atormentam o seu passado retornariam ao presente para ajuda-lo e tudo que o seu pai falou e o que ele fez durante todo esse tempo foi mentira.
Quando o primeiro livro acaba, a sensação que se tem é que ele estaria completo e que se a autora tivesse escrito mais dois ou três capítulos, já teria acabado com a história ali mesmo. O desenrolar nesse segundo livro, porém, é que faz a diferença, uma vez que tudo que acontece no primeiro livro meio que vai por água abaixo aqui. Tem umas partes bem clichês e do tipo: ‘cara, isso não acontece realmente. ’ e me fez ficar um pouco entediada durante a leitura, mas rapidamente já passa para o que interessa e os próprios personagens brincam com isso. Os pontos de vistas continuam sendo intercalados e aqui eu acredito que a autora fez bem: em nenhum momento eu senti que queria ler tal acontecimento por determinado ponto de vista, pois ela soube dividir bem.
As cenas de sexo estão ali e aqui também e elas são bem escritas: algumas me envolveram mais que outras e eu apenas saltei as páginas para o fim. Tem todas as frases de ‘ouuww!’ e ‘aaaaaaah!’ imagináveis, já que Cash faz questão de que a Oliva saiba que ele realmente a quer. Então, podem se preparar. As emoções estão à flor da pele e os sentimentos ficam divididos entre os bastantes confusos (Olivia) e os bem decididos (Cash).
– Pare de ouvir o resto. Lembre-se de como você se sente quando eu a beijo a toco. Não use a razão. Você me conhece. E quando os meus lábios estão nos seus, você confia em mim.
Confesso: não foi o melhor dos livros. Ele tem apenas trechos bastante significativos para a história. A reviravolta já no começo desse foi surpreendente e tem uma pitada policial aqui que é bastante intrigante de ler, mas nada muito aprofundado. Eu vejo falhas nesse mistério principal criado pela autora e fiquei imaginando como ela vai conseguir resolve-los sem deixar pontas soltas. Os personagens secundários aparecem e conseguem se destacar tanto quanto os principais e aqui eu estou dando nomes ao que interessa Gavin Gibson: um amigo de longa data do pai de Cash e também amigo do mesmo, o homem é gostosura pura! Aqui sim eu arregalei os olhos, dei aquele sorrisinho travesso e falei: YAAAAAY, ESSE SIM É BOM! Outra também que aparece, mas que eu ainda não encontrei o sentido da vida dela – e isso eu falo muito sério! A autora apenas MUDOU completamente a personalidade da personagem para que ela fosse bem aceita pelos leitores! Isso não colou comigo – é Marissa, a prima arrogante. Sem mais nada a dizer: mudanças comportamentais e de atitudes não muda quem é uma pessoa é e o que fez durante toda a vida.
Termino por aqui dizendo que eu apenas passei pelo livro: pensei que fosse me sentir mais envolvida, que gostaria realmente mais desse do que do segundo, mas acredito que talvez a falha esteja comigo, pois não consigo acreditar em boa parte dos acontecimentos lidos, então, eles acabam passando batidos e sem realmente me entreter. É importante frisar que eu não aconselho ler os livros separadamente e sem ser fora da ordem. Isso tudo porque a autora segue a linha cronológica e tem muitas mudanças entre o primeiro e o segundo livro que poderá te deixar sem entender e ainda pegar uns spoilers que vai apenas deixar você se perguntando o que aconteceu antes.
* Essa resenha foi escrita e publicada primeiramente no site Murmúrios Pessoais.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.