Resenhas
gsTítulo: Honest Illusions – Não Publicado no Brasil Título original: Honest Illusions Autor: Nora Roberts Ano: 2002 Editora: Berkley Trade Número de páginas: 432

Quero ressaltar a vocês que grande parte do meu absoluto encanto por esse livro é exatamente pela magia que envolve a história.

Não foram encontrados indícios de que este livro tenha sido publicado no Brasil e a tradução dele ao pé da letra seria “Ilusões Honestas”.

Boa parte do livro retrata os anos antecessores ao momento atual da história. Luke foi apresentado à família Nouvelle quando criança e imediatamente Max, o patriarca da família, reconheceu nele potencial. Luke passa a viver e trabalhar com eles nos espetáculos que promoviam pelo país.

Quero ressaltar a vocês que grande parte do meu absoluto encanto por esse livro é exatamente pela magia que envolve a história. O ilusionismo faz parte daquela família como o próprio sangue e nós somos transportados a um mundo maravilhosamente mágico e encantador através das palavras de Nora Roberts e pelos olhos dos personagens. O ideal reforçado no livro é que, no fim das contas, a maioria das pessoas sempre procura por uma bela ilusão.

As pessoas dizem a seus filhos que não existem monstros no mundo. Eles dizem isso porque acreditam, ou porque eles desejam que as crianças se sintam seguras. Mas existem monstros, Luke, e muito mais assustadores porque eles se parecem com pessoas.

Eu completamente me apaixonei pelo casal individualmente e junto. Sabe aquela história de que “separados são ótimos, mas juntos são sensacionais”? Perfeitamente encaixado aqui. Roxanne tem um temperamento forte e uma mente decidida. Luke é um vislumbre para nós do que Max foi quando jovem – com uma dose adicional de garra. Os dois são como um barril de pólvora explodindo e lançando faíscas para todos os lados.

Quebrando um pouco o estereótipo do casal bonzinho, eles têm um fascínio pelo roubo assim como pelo ilusionismo e fazem da prática uma arte. Eu não estou fazendo nenhuma apologia ao crime – não me entendam mal. Ficção continua sendo ficção, por mais que várias vezes possamos desejar pelo contrário. Mas o ponto é que esses ladrões de luxo, ladrões que abraçam a tarefa como uma verdadeira profissão, descrevem o que fazem com tanta paixão, que você se vê capturado na concepção deles.

– O roubo é uma profissão de longa data, minha menina. Não pode ser confundido com aqueles arruaceiros que abordam as pessoas na rua ou os brutos sedentos por sangue que invadem bancos com armas em punho. Nós somos seletivos. Nós somos românticos. – A voz dele se elevou em paixão. – Somos artistas.

O “inimigo em comum” que cito na sinopse abalou a família inteira e forçou uma separação bastante dolorosa entre eles. Após anos, quando Luke reaparece e faz uma proposta irrecusável de negócios a Roxy, os antigos amantes se unem mais uma vez.

Em meio a tantas ilusões, você é a única verdade de que preciso.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.