Editora Arqueiro, Resenhas
gsTítulo: Ligeiramente Casados – Os Bedwyns #1 Título original: Slightly Married Autora: Mary Balogh Ano: 2014 Editora: Arqueiro Número de páginas: 286

Eu me casei com ela porque sou um homem de honra e protejo as mulheres sempre que isso está ao meu alcance.

Mary Balogh estreia na Editora Arqueiro com sua série de romances históricos apresentando-nos a família Bedwyns. E o primeiro a dar as caras é lorde Aidan Bedwyn.

 Coronel Aidan vem de uma família nobre de Londres. Porém, passa boa parte de sua vida em meio a guerras, decisão tomada por conta própria. Em uma de suas batalhas, foi salvo da morte pelo capitão Percival Morris e sente-se grato. Quando o mesmo está à beira da morte, Aidan acredita que é seu dever realizar o último desejo do homem: entregar pessoalmente a notícia de sua morte para a irmã e protegê-la. Honrando sua palavra, Aidan chega ao Solar Ringwood e conhece Eve Morris, que está esperando pelo irmão e não pela fatídica morte prematura. Aidan logo percebe que a mulher tem um coração generoso, quando observar que a propriedade é toda tomada por pessoas que a vida não foi tão boa e que lhe são extremamente gratos. Acreditando que sua missão foi cumprida após perguntar se Eve precisaria de mais alguma coisa, Aidan resolve voltar à Londres e aproveitar suas férias antes de retomar o comando. O que ele não pretendia era descobrir o que Eve não contou e que muda o rumo de tudo. Com o intuito de cumprir a promessa feita, Ainda retornar ao Solar Ringwood e pede Eve em casamento. Tudo é conveniência, fachada. Mas acaba se tornando um romance, no qual nenhum dos dois esperava.
Eu me casei com ela porque sou um homem de honra e protejo as mulheres sempre que isso está ao meu alcance.
Ligeiramente Casados não entrou para a lista dos meus livros de romance de época preferidos. Senti falta de química entre o casal, de diálogos e da pitada de humor que é tão frequente neste tipo de história, mesmo que de forma sutil. A história da família Bedwyns vai tomando forma de acordo a leitura vai ocorrendo, sendo apresentado novos integrantes e dando uma dica de seus futuros conflitos. Tem todas as características do gênero, o que me apetece, mas faltou a genialidade de tornar a leitura menos séria. Existem períodos longos para serem lidos e menos diálogos, que dá dinâmica para o enredo.
Os personagens são bem construidos, à sua maneira. Eve é extremamente generosa e isso fica muito claro na própria família que ela formou. Foi bonito de ler como eles a defendem e uns aos outros, suas histórias particulares e o medo que os cercam quando estão em perigo. É uma família peculiar e extremamente mal vista aos olhos de outras pessoas, principalmente os nobres que não conseguem compreender como essa combinação pode dar certo. Aidan meio que passou batido por mim. Ele é serio, juntamente com o seu irmão mais velho. Existe uma irmã que parece ser aquelas nobres de nariz em pé e um irmão mais novo que eu estou aguardando ansiosa pelo livro por ele ser o mais divertido. No mais, ele não tem uma personalidade que seja totalmente agradável ou desprezível. Ele ficou no limbo entre eu não gostei de você ou não.

Vou continuar acompanhando a série porque apesar de tudo é uma distração agradável. A edição do livro é bonita e a capa retrata bem a Eve olhando pela janela e esperando pelo irmão que ela tanto ama. A editora só precisa verificar alguns diálogos que eles não conseguiram diferenciar dos parágrafos e de quando os personagens estão falando e ficou tudo misturado com travessões.

0 Comentários

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.