janeiro 24, 201513 Coisas Para Fazer em 2015

13 Coisas Para Fazer em 2015

1 Comentário

Janeiro já está quase acabando quando eu lembrei que eu gostaria de fazer uma lista de pelo menos 13 coisas que eu quero fazer este ano. Como o ano ainda está começando, dá tempo de correr e aproveitar os outros 11 meses para fazer pequenas ações, desejos, sonhos… Não estou colocando em ordem de prioridade, por que eu nunca sei quais são as minhas prioridades, mas sim por ordem do que estou lembrando.

Fazer uma tatuagem. Eu já estou olhando modelos, traços, cores. Eu sinto que este ano será decisivo para tudo que eu quero fazer a partir de agora e queria marcá-lo de uma forma bonita na pele. Eu estou salvando algumas opções no meu Pinterest.
Guardar dinheiro. Tudo o que eu quero fazer a partir do ano que vem é necessário $$. Eu já estou trabalhando meu lado administrativo-financeiro para dar conta de tudo que eu preciso guardar para realizar um sonho grande. Bem grande.
Doar sangue pelo menos 3 vezes. Eu já doei sangue outras vezes, mas no último ano, por causa da tatuagem que eu fiz, tive que ficar tranquila durante o período imposto pelo Hemocentro. Mas quero voltar por lá, obedecendo as regras de período para mulheres e doar. Eu entro lá apavorada por causa da agulha e saio de barriga cheia com o lanchinho e feliz de ter ajudado uma, duas ou três pessoas.

Aprender inglês. Eu já comentei aqui sobre a minha dificuldade em aprender inglês e também dei dicas do que estou fazendo para conseguir aprender. Este ano é sério: tenho que me dedicar.
Fotografar mais para ganhar experiência. Eu gosto muito de tirar fotos, mais de lugares do que de pessoas, mas eu fico muito limitada apenas as fotos dentro do meu quarto e dos livros. Este ano quero sair e registrar pequenos e grandes momentos.
Conhecer um lugar novo. Este ano tem Bienal no Rio de Janeiro, tem o Rock in Rio no Rio de Janeiro. Eu passei o ano novo no Rio de Janeiro. E eu odeio o Rio de Janeiro. Como eu estou economizando, eu queria viajar e conhecer um lugar novo. Estou bastante tentada a conhecer Florianópolis.

Visitar uma cachoeira. Eu que moro aqui em Brasília, estou cercada de cachoeiras, pois na região de Goiás existem várias e das mais variadas maneiras de chegar, desde as que você tem que fazer trilha às que você caminha 10 minutos e chega em um lugar deslumbrante. Apesar de água gelada, eu sempre volto para casa renovada, com boas energias e me sentindo mais disposta. A última vez que eu fui foi para a Chapadas dos Veadeiros-GO em 2011. Está na hora de voltar!
Comemorar meu aniversário. Em casa, não tive o costume de comemorar festa com bolo, parabéns, chamar amigos, sair e blá. Então, eu meio que internalizei isso. Aniversário era o dia que eu ficava em casa, recebia presente (quando recebia) e, se acontecesse, um almoço no máximo. Claro, eu tive uma festa de aniversário/comemoração com 3,7 e 15 anos. Só. Este ano, eu quero sair para comemorar. Com direito a bolo, amigos, suco, coisas gostosas, chapéu e tudo mais.
Voltar a escrever. Quando eu não tinha tempo hábil para escrever, as ideias pipocavam na minha cabeça. Hoje que eu quero e tenho tempo, não consigo pensar em nada que eu queira escrever e que, principalmente, as pessoas queiram ler. Sou bastante exigente comigo mesma a respeito do assunto, mas estou lendo e estudando para tentar obter um bom resultado.

Aprender algo novo ou retomar aquilo que eu sei o básico. Design, programação, cozinhar, pintar… tem várias coisas que eu já comecei a fazer e nunca terminei ou que eu realmente não sei. Quero este ano me dar a oportunidade de aprender coisas diferentes, de brincar e me impulsionar através de algo que eu nunca fiz.
Voar de Asa Delta. Eu quase fiz o salto em 2013, quando eu estava no Rio de Janeiro, mas foi exatamente quando o moço se perdeu na nuvens e eu fiquei um pouco receosa. Mas gostaria de tentar a experiência.
Cuidar e soltar mais o meu cabelo. Vocês talvez já tenham percebido, mas ninguém nunca perguntou e eu nunca falei. Eu ando com o meu cabelo amarrado, sempre. Nos finais de semana, em casa, eu o solto e os deixo libertos, mas se chegar alguém, eu amarro. Eu já tive vários problemas com ele e acabei me acostumando em deixá-lo sempre amarrado. Só que isso acaba influenciando bastante na minha autoestima, então, este ano vou tentar deixá-lo mais livre para ser quem ele quer ser.

Ser mais paciente. Principalmente no trabalho, onde eu sou testada todos os dias, da mais diversas maneiras. Eu acabo ficando muito irritada com falta de prazos, correria – principalmente por que já sei que sempre resulta em trabalho dobrado e, no final, coisa errada -, pessoas que ficam me cobrando por problemas não meus… Enfim… tenho que trabalhar isso em mim.

posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Hebergeur
    05 junho, 2016

    Nao classificaria essas 15 coisas como metas, mas sim como alguns lembretes e inspiracoes para reler ao longo de 2015 e tentar cumprir. Algumas delas sao ate pratos que eu gostaria de quebrar esse ano, pra nunca mais ver na vida.

  • Vídeos no canal

    @araphadoequalize
    © 2020 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por