fevereiro 19, 2015Editora Arqueiro, Resenhas

[Resenha] Paixão Sem Limites

1 Comentário

gsTítulo: Paixão Sem Limites Título original: Fallen to Far Autora: Abbi Glines Ano: 2013 Editora: Arqueiro Número de páginas: 184

Esse livro tem todos os elementos que eu apenas detesto em narrativas de qualquer tipo e foi esse o principal motivo para detestar esse livro, que tem uma história entupida de clichês.
Tem exatamente um ano que eu li esse livro e só agora consigo parar realmente e escrever a respeito. Primeiro por que eu detestei e é difícil falar de livros que eu não gosto. Segundo por que não me deu prazer sentar para escrever a respeito. E terceiro por que eu me sinto ofendida de ter lido algo desse tipo. É como 50 tons de cinza ser publicado como livro.
Blaire acabou de perder a mãe, que lutou durante 3 anos contra o câncer. Cinco anos antes, ela perdeu a irmã gêmea e no momento se vê devastada, triste e sozinha, pois o pai abandonou a família quando a situação ficou muito difícil de ser lidada. Agora, sem ninguém, a única forma de seguir em frente e ter um lugar para ficar durante um tempo é deixando o orgulho de lado e indo ficar com o pai. Porém, quando ela chega na Flórida, descobre que o pai foi  passar a lua-de-mel em Paris junto com a nova esposa, não avisou aos enteados que ela estava chegando.
Rush é o filho da madrasta de Blaire. Filho de um astro do rock, a mansão onde mora é regada a muita bebida e sexo. Quando ele recebe a pobre Blaire na porta de casa, muito gentil, oferece que ela durma embaixo da escada. Obviamente, ele é lindo, charmoso e atraente. Blaire, muito idiota, acaba se apaixonando pelo cara, mesmo ele sendo estúpido e incoerente com ela. O que não imagina, porém, é que um SEGREDO coloca tudo isso em risco. Inclusive o A.M.O.R que um sente pelo outro.
Agora…
POR FAVOR, né?
Esse livro tem todos os elementos que eu apenas detesto em narrativas de qualquer tipo e foi esse o principal motivo para detestar esse livro, que tem uma história entupida de clichês, com uma personagem principal que se mostra, em um primeiro momento, forte e batalhadora para depois se dizimar em ficar correndo atrás de um cara que em momento nenhum a tratou sequer como ser humano. Não, gente. Parem de fazer personagem com síndrome da baixa autoestima, não sou boa para você e pode me maltratar que eu continuarei a lamber seus pés já que você é lindo.
Com um diálogo empobrecido, vamos surfando entre as páginas do livro em uma história em que não há profundidade, personagens superficiais e banhado na fórmula clichê que faz sucesso: garota encontra garoto, que a maltrata num primeiro momento, apesar da garota achá-lo o gato da vez. Vamos brigar para não ficar só no #mimimi amasso e pegação, mas aí vou te afastar por causa do nosso relacionamento familiar conturbado. Vamos nos separar e depois ficaremos juntos, quando superarmos tudo isso juntos. Poupe-me.
Blaire se autodeprecia e antes, a personagem que tinha características fortes e determinadas, que cuidou da mãe doente, passa a ser caracterizada pela virgemzinha que quer atenção do cara bad boy, enquanto espera que o pai volte para ajudá-la vira uma pobre garota que aceita ser espezinhada pelo carinha gato. Já Rush é o típico personagem masculino mau-caráter mas que atrai as atenções femininas. Em determinados momentos, dá nojo ler as descrições de situações descritas pela autora. Isso, sem contar que de uma hora para outra temos um amor de milênios brotando de todos os poros.
Li o primeiro livro da autora pensando que iria gostar a me decepcionei de forma branda. Não tenho intenção de terminar a série ou ler os outros livros publicados. Mais uma dose de personagens banhados a la Blaire e Rush e eu terei uma síncope.

posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Ana Carolina Ribeiro
    13 maio, 2015

    Nossa que pena que vc não gostou
    Eu amo demais os livros da Abbi
    Tbm não me importo em ser clichê
    Li e me senti na pele do personagem.
    Como amo romances do gênero deve ser isso
    bjs

  • Vídeos no canal

    @equalizeleitura
    © 2019 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por