Editora Intrínseca, Resenhas

Título: P.s.: Ainda Amo Você Título original: P.s.: I Still Love You Autor: Jenny Han Ano: 2016 Editora: Intrínseca Número de páginas: 304

Eu não gosto do livro como um todo, mas gosto muito de algumas partes isoladas, que me fizeram rir mas que parecem não se encaixar no completo.

P.s.: Ainda amo você é a continuação de Para Todos os Garotos que Já Amei, que virou queridinho de um bocado de gente – menos da minha pessoa: lê a resenha e entenda. E hoje falaremos sobre essa sequência que para mim melhora em alguns pontos e peca em outros tantos.

Lara Jean está oficialmente namorando com Peter Kavinsky e agora está descobrindo como é realmente estar com outra pessoa. Só que com os beijos e carinhos e tudo de bom que traz um relacionamento, vem a outra parte para equilibrar: insegurança, ciúme, ex-namoradas que não larga do pé… e um dos seu ex-amores que resolve retornar para sacudir ainda mais a cabeça dela.

Fotor_145760906021782

Eu não gosto do livro como um todo, mas gosto muito de algumas partes isoladas, que me fizeram rir mas que parecem não se encaixar no completo. Minha personagem preferida de todo o livro continua sendo a Kitty: a garota tem personalidade, traz uma graça sutil ao livro e em outras vezes verdadeiras gargalhadas por sua autenticidade. Muito mais divertida do que as chatices da Lara Jean, que a propósito, parece ter encarnado a personalidade de outra pessoa: a insegurança dela no relacionamento se torna maçante e extremamente chato e repetitivo.

O que me incomoda verdadeiramente no livro é como a história tomou um rumo totalmente ruim (para não dizer tosco) apenas com o intuito de criar um possível triângulo amoroso ou, quem sabe, uma linha da qual se guiar. Alguns personagens importantes do primeiro livro simplesmente sumiram nesse aqui e aí a Jenny inseriu outro personagem e tornou o Peter em um babaca sem escrúpulo.

Sério.

Quando eu cheguei até o final eu não consegui entender nada do que estava acontecendo, pois me pareceu muito surreal que acabasse daquela maneira.

– Peter.
– Que foi?
– Não quero que a gente parta o coração um do outro.
Peter ri e acaricia minha bochecha.
– Você está planejando partir meu coração, Covey?

Ao mesmo tempo que essas coisas me incomodaram, o livro me agradou na leitura mais do que o primeiro. Não é algo que eu consiga efetivamente explicar para vocês, mas algumas partes são bem interessantes e divertidas para ler, mas a maneira como a história é conduzida e contada me incomoda bastante.

Fotor_145760915849234

O livro, para quem gosta, deve ser algo realmente bem interessante de ler e guardar como queridinho do coração. Eu guardo ambos pois acho as capas extremamente lindas e não pelo conteúdo em si. Eu sou uma exceção a parte na leitura desses livros pois não consegui enxergar o encanto na qual as pessoas se referem a ele. A identificação deve ser o primeiro ponto para fazer tantas garotas gostarem tanto do livro e o segundo deve ser porque eu, particularmente, não tenho tanta paciência mais para livros juvenis. Os problemas e conflitos me soam banais – e talvez porque na idade da Lara Jean eu não passei por nada disso.

O livro tem seus pontos fortes e eu tento enxergar isso por outra perspectiva, mas que sinceramente ainda falha para que eu possa torná-lo queridinho, principalmente vindo da leitura do primeiro livro que eu já não gostei.

Fotor_145760930034237

2 Comentários

  1. Bianca disse:

    Amei a resenha to doida pra ler esse livro, gostei muito do primeiro!

Todos os comentários passam por aprovação, antes de aparecerem aqui! Vamos ler e responder todo mundo com muito carinho!

Nome: Email: Website:
Protected by WP Anti Spam

Assista aos Vídeos
[wonderplugin_carousel id="2"]
Equalize da Leitura © 2010 - 2016 ♥ Todos os direitos reservados
Tema desenvolvido por Débora M.