Posts arquivados em: Tag: Cabelo Cacheado

janeiro 21, 2018Cabelo Curto, Cabelos, Foto, Fotografia

It’s a new dawn, it’s a new day, it’s a new life for me

3 Comentários

Sempre gostei do Michael Bublé e ouço suas músicas seguidamente, repetidamente… mas nunca pensei que representaria tão bem esse meu mais novo momentinho.

It’s a new dawn

It’s a new day

It’s a new life for me

And I’m feeling good

Acredito que boa parte de vocês que ainda estão aqui pelo blog, certamente me seguem nas demais mídias sociais do blog: Facebook, Twitter e, principalmente, Instagram. E viram que de dezembro pra cá algumas mudanças foram aconteceram em mim mesma: eu sai do cabelo preto, para um que deveria ser rosa mas ficou vermelho Riahana.

E ainda que o resultado não tenha sido o rosa que eu queria, porque fiquei com medo de descolorir meu cabelo demais e ele cair, eu estava me achado muito linda. Fiquei feliz com o resultado rosa/vermelho, a maneira como eu me enxergava, como estava me sentindo bem comigo mesma. Ainda que tivesse que ficar retocando com a tinta fantasia a cada duas ou três vezes na semana para ele não ficar alaranjado.

ATÉ QUE eu vi a foto de uma amiga da minha irmã de trança e MEU DEUS! Como ela ficou linda, como ela ficou diferente, parecia que estava meio resplandecente, sabe? Nunca tinha passado pela minha cabeça alongar o cabelo ou colocar tranças.

[ADENDO] Hoje em dia que sou adulta, eu adoro tranças e as acho lindas, principalmente quando você procura por inspirações no Pinterest – impossível encontrar alguém que não possa usá-las e não ficar extremamente belíssimas. Porém, quando pequena, eu detestava as tranças que a minha mãe fazia em mim. Inclusive, minha identidade é uma foto minha com cara de doente e cheia de tranças – ficava enfurecida quando tinha que mostrar para alguém e foi motivo de chacota aqui em casa por muitos anos. [/ADENDO]

E eu fiquei com aquele bichinho da tentação e mudança que me pica de vez em quando (com mais frequência nos últimos meses) e super frustrada porque talvez não conseguisse fazer as mudanças com a rapidez que eu queria por conta de dinheiro. Mas eu tenho pessoas boas demais pra mim in my life que me ajudaram e TCHARAM! Eis, uma Rapha 2018 prontinha para compartilhar tudo com vocês! <3

A principal mudança, claramente, foi em mim: eu ando em um estado de sublimação comigo mesma que é bem inexplicável. Acho que tem muita ajuda terapêutica que comecei a fazer ano passado (comentei sobre isso com vocês no vídeo do resultado das metas de 2017) – estou mais ciente do meu corpo, da minha mente, meus limites e ao mesmo tempo do que quero, posso e consigo.

Eu nunca tive o cabelo longo e grande, então, dizer que não estava bem ansiosa para esse resultado é redundante, né? Coloquei as migas tudo loucas junto comigo, pesquisei por várias cores de cabelo que foram dos coloridos até os que tinha cor única, porque estava com receio de ficar uma grande merda.

Mas ao mesmo tempo estou numa fase de experimentação muito gostosa. VOU COLOCAR ESSE CABELO COLORIDO e se der ruim, é só esperar 3 meses e depois e tiro. O passo foi decidir qual colorido que seria hahaha Eu queria muito um que começa preto, passa pelo roxo e termina com rosa. Quando cheguei na loja, vi um que terminava com castanho que era maravilhosamente lindo e mais discreto. Mas meu coraçãozinho estava naquele colorido. E se eu não tinha conseguido um cabelo rosa, no tom que eu queria, que tal testar agora?

Posso falar abertamente e sinceramente com vocês? Acho que é a minha melhor fase <3 Me achei linda, não apenas pelos comentários de vocês no Instagram que me deixaram de queixo caído, mas porque quando terminou eu falei: Oh, Deus! Olha como estou diferente, olha como estou bonita, olha como meus olhos brilham de alegria! É o mesmo brilho que eu tinha nos olhos quando pintei o cabelo de rosa/vermelho, mas parece que está acentuado, sabe? É porque eu me sinto completa comigo mesma, me amando de uma maneira que nunca aconteceu antes, me sinto linda e feliz.

Esse tipo de trança é diferente e conhecida como box braid. Vocês podem procurar no Google e Pinterest (melhor fonte de inspiração!) e que aparecem meninas com tranças lindíssimas desse estilo. A principal diferença é que ela é um pouco mais grossa dos que as tranças de rastafari. Quando as Meninas Afro estavam fazendo, eu fiquei observando e elas separam um pouco do meu cabelo, começam a trança com uma mecha e depois que tem uns 4 dedinhos trançados, elas pegam outra mechinhas e continuam trançando por cima.

Muitos de vocês perguntaram se dói, se pesa. Então, vamos lá:

Sim, dói – principalmente porque estão colocando uma nova quantidade de cabelo em uma mechinha do seu cabelo e trançando. Lembrando que não é força que faz durar mais ou ficar mais bonito, mas sim a maneira certa com que a pessoa faz. O problema pra mim foi dormir, pois você precisa encontrar uma posição boa pra sua cabeça onde os nós não ficam espetando.

Sim, pesa. Mas quem tem cabelo gigante aí e já cortou no ombro alguma vez, vai sentir a diferença entre ter cabelo longo e curto, tem um peso ali que sai dos seus ombros. É exatamente a mesma sensação aqui, acredito que a única diferença para mim foi porque nunca tive cabelo longo (e essa sensação que descrevi acima senti quando fui fazer o BC e passar pela transição), então, tenho que me acostumar com o tamanho  e o peso. Quando eu coloquei e assim que terminou, parecia que eu estava com uma toalha molhada caminhando pra lá e pra cá. Agora, algumas horas depois, o peso não me incomoda mais. 🙂

É isso, pessoas lindas! Pelos próximos dois meses é assim que eu vou aparecer aqui para vocês, compartilhando e me mostrando ainda mais.

Obrigada por todo o carinho & amor que eu recebi. Não pensei que a recepção de vocês ia ser tão maravilhosa e é importante quando você se sente bem e passa isso para as demais pessoas.

julho 30, 2017Foto, Fotografia, Inspiração do Mês

#InspiraçõesDoMês: Inverno ?

13 Comentários

Oi, gente! Como vocês estão? Faz tanto tempo que eu não publico nada tão íntegro assim aqui no blog, apenas replicado os conteúdos do Youtube ou publicando algumas resenhas. MAS AGORA TUDO ISSO MUDOU! Junto com outras amigas blogueiras, nos reunimos para postar uma vez por mês sobre algum tema que será decidido entre nós e traremos esse mesmo para vocês, em fotografia!

Conheça os demais blogs: Aione do Minha Vida Literária, Paola do Livros e Fuxicos, Ju Cirqueira do Nuvem Literária, Bárbara do Segredos entre Amigas e Tamirez do Resenhando Sonhos

O tema desse mês nada mais é que Inverno! É a minha estação preferida do ano? Com certeza, não. Minha casa fica muito mais gelada, é um martírio acordar para trabalhar com tanto frio… mas existem algumas coisas interessantes nessa temporada: as peculiaridades. Aqui em Brasília, por exemplo, começa uma temporada de ipês ?, onde a cor de todos eles vão mudando de acordo com a estação – temos o prazer de recebê-los rosas, brancos, amarelos e azuis. Alguns ficam mais tempo presentes enquanto outros em poucos dias já se foram. E como eu amo a cidade quando ela está tão colorida assim! É impossível você não ver pessoas comentando, se encantando, apaixonado-se pela maneira como a cidade fica linda!

A parte norte e a parte sul ficam enfeitadas e o mais interessante é que elas conseguem florir diante da seca que faz em Brasília! Já estamos há mais de 65 dias sem chuva, mas os ipês ? nos traz mais alegrias! Podem acreditar, é quase patrimônio da cidade essa árvore tão típica do cerrado. Já no início do inverno vemos elas surgindo e vão trocando de cores até o início de setembro.

Confesso que fico realmente muito boba com essa temporada de ipês? na cidade, principalmente porque as flores me lembram muito as de cerejeiras, tão comuns no Japão, e que eu tenho uma vontade enorme de conhecer. Quem sabe minhas tatuagens nas costelas sejam de ipês rosas ?  e cerejeiras? <3

Quando decidimos o tema deste mês, fiquei pensando mil maneiras de fotografar para repassar para vocês um pouco desse amor que eu sinto quando chega essa época por aqui. Algumas pessoas tem neve no inverno – quem mora aqui tem vento frio e seco e ipês! ?

A cidade inteira fica assim, gente! Sério, eu fico muito boba quando vejo tanta florzinha assim pelo chão! Como as árvores de ipês tem o tronco alto, nunca consegui pegar um buquêzinho desse em mãos! hahahahaha

Quem me acompanha no Instagram, viu que este mês eu refiz uma tatuagem na perna e mais duas: uma câmera no pulso e essa frase no calcanhar, junto com a minha irmã. Ela escreveu: “Tudo sobre ela” e eu escrevi “É tudo sobre mim“, com um coraçãozinho no final para dar aquele charme maroto.

Quem mora aqui em Brasília sabe que ao mesmo tempo que faz um calor dos infernos, em 20 minutos isso tudo pode mudar e você congela até o tutano dos ossos. Rapha Blogueirinha foi tirar fotos para o post e colocou as pernocas pra jogo, enquanto colocava um caso que até gola alta tem… Ironias à parte, eu deveria ter cortado a foto de uma maneira mais adequada, mas o resultado ficou tão legal que aaaahhhh. Só vai.

Uma novidade que eu gostei muito foi que estou pensando em abdicar de vez das faixinhas de cabelo e usá-lo mais definido e cacheado e menos sem definição. O que vocês acham? Foram as primeiras fotos que eu tirei testando esse novo penteado e, confesso, amei! Já falei diversas vezes que ter assumido meu cabelo cacheado foi uma das melhores decisões da minha vida, né? Mas é que essa fase de adaptação e transição é de descobertas mesmos, então, depois de 2 anos, vamos descobrir mais?

E é isso, pessoas lindas! Espero que tenham gostado do post e, caso tenha alguma sugestão de tema, podem deixar nos comentários ou nas redes sociais! Vai ser lindo compartilhar com vocês todo o mês. E que também seja uma inspiração para que eu volte a postar por aqui com mais frequência. Termino com uma foto que eu tirei para complementar o post, mas que eu desisti pois ficaria uma mistura de temas. As flores acabaram tomando seu espaço (todo) aqui.

março 22, 2016Cabelo Curto, Cabelos, Cosméticos, Vídeos

1 ano de transição capilar! Vem mais cachinhos!

1 Comentário

transição1ano

Há um ano eu chorava para entrar em uma nova etapa da vida. Não um choro sofrido, amargo e sim um choro de alegria, liberdade. De lá para cá tanta coisa mudou, aconteceu. Eu aprendi a cuidar de um cabelo curto e descobrir as facilidades de tê-lo assim. Eu aprendi a me dedicar, a pesquisar cremes, técnicas. Aprendi a admirar outras meninas que tiveram a ousadia de se assumirem. Eu fiz amigas e li depoimentos de pessoas que se inspiraram  – pasmem – em mim para tomar a atitude de mudar também. Eu aprendi a vê-lo crescer cada mês mais, desejei que crescesse logo e batesse na cintura, desejei que ele moldurasse o meu rosto. Desejei e desejo tudo isso ainda, mas descobri que a paciência também faz parte do processo de transição.

Adoro que as pessoas queiram tocá-lo, que eu mesma posso me dar o prazer de um carinho enfiando os dedos no cabelo e desfazendo os cachinhos. Fico confusa e feliz quando dizem que ele está gigante e para mim parece que estacionou no crescimento. Amo ver inspirações, me imaginar com uma cor diferente e verificar que daqui uns anos pegarei fotos para admirar as diferenças de comprimento.

Me arrependo? Sim. Apenas de não ter feito isso antes, na época faculdade ou ter levado tão a sério a opinião ou o que as pessoas pensariam de mim com um dedo de cabelo.

Hoje eu sou, principalmente, mais feliz comigo mesma. Eu me reconheço quando olho no espelho, eu brinco com o meu cabelo, eu invento penteados que não uso, eu erro a mão no creme, eu cuido e descuido dele. Eu me irrito quando tenho que trabalhar e ele acorda uma bosta, como se estivesse mal humorado. E desacreditada quando tenho que ficar em casa o dia inteiro e ele amanhece todo enroladinho, como se zombasse de mim.

Gosto do meu cabelo cacheado, gosto do meu cabelo sem definição, tenho que aprender a deixa-lo definido, gosto do meu cabelo black, pra cima, apontando em todas as direções. Mas gosto principalmente de quem me tornei depois que me assumi.

Para todas vocês que estão em transição, pensando se vale a pena cortar ou não, eu apenas digo algo que é bem clichê: cabelo cresce. Apenas seja feliz como acredita ser o melhor para você.

julho 28, 2015Nova York, Viagem

Looks em Nova York!

0 Comentários

lookny

Já fez um mês que eu viajei e todas as vezes que eu vejo as fotos fico com o meu coração apertadinho de saudade. Juro. Meu Deus, que maluquice perfeita foi essa que eu fiz! Essa sensação de nostalgia, de querer voltar e reviver tudo que aconteceu é muito, muito, muito boa.

Mas hoje eu vim fazer um daqueles posts de menininha, sabe? Vim contar e mostrar para vocês o que eu usei em Nova York, levando em consideração que eu sou quase um menino, que eu não sou blogueira de moda e as minhas roupas são compradas em lojas populares de departamento e até em feiras.

• Dia 1 •

Assim que chegamos em Nova York, fomos direto para a Times Square. O Brian tinha comprado um macacão em Londres há dois anos atrás e nunca tinha usado aqui em Brasília porque, né? As pessoas são insuportavelmente chatas e o clima aqui não favorece. E aí fomos combinadinhos de macacão. HAHAHAH

Macacão da Riachuello
Tênis All Star de couro branco
Blusa preta da feirinha aqui perto de casa
Arquinho de laço grande e preto na cabeça
Jaqueta branca da irmã 🙂

Fotor_143804988456011

Fotor_143804985780998

• Dia 2 •

Esse foi um doa dias que eu mais gostei de Nova York: visitamos muita coisa, nós divertimos horrores e tiramos fotos lindas! Eu coloquei esse vestidinho que eu tinha comprado antes de viajar e não tinha usado + o coturno que eu amo de paixão! *-* Eu adoooooro vestidos e esse tinha a estampa bem fofa que eu e o Brian ficamos fazendo um breve estudo para descobrir se eram caveiras, pauzinhos ou apenas desenhos aleatórios. Não descobrimos.

Vestido Marisa – e estava numa mega promoooooooção por 30,00 e eu queria trazer as três cores disponíveis! Sou dessas!
Coturno que eu comprei aqui em Brasília mesmo. Acho que foi no inverno do ano passado e em uma dessas lojas de departamento.
Faixa no cabelo que eu comprei na Feira da Torre em Brasília. E meu cabelo estava MARASHOW nesse dia, #saudades!

Fotor_143805012099182

Fotor_143804991333061

Fotor_143804931150764

Fotor_143804938208576

• Dia 3 •

Esse foi o dia que eu mais gostei do meu look! HAHAHA Eu simplesmente A.M.O. esse vestido (da minha irmã hahaha) e eu nunca tinha calçado ele com tênis e DEEEEEEEOOOOS, eu estava me achando LINDA DEMAIS! Sabe quando o conjunto combina perfeitamente? Pois é, eu tava assim.

Acordamos nesse dia e estava chovendo e ficamos desesperados achando que não íamos nem conseguir sair do hostel… MENTIRA, íamos sair sim! HAHAHAHA Eu acabei pegando a jaqueta vermelha que eu amo, sério, adoro demais, e completei o look com o meu cachecol fofo de caveirinhas. Eu tava gatinha, diz aí! O que eu mais gostei é que tirando a jaqueta e deixando só o cachecol ficou fofo o look também. O mais legal é que eu me senti confortável o dia inteiro e saímos de manhã e voltamos cinco da manhã e lá estava eu com o meu vestidinho.

Vestidinho fofo e rendado da Opção (tem muuuuuuito tempo que a minha irmã encontrou esse achado lá)
Jaqueta vermelha da Renner.
Cachecol de caveirinhas da Loja Uh Lalah
All Star de couro branco
Arquinho preto de lação no cabelo

Fotor_143804982117011

Fotor_14380491230457

Fotor_143804892837059

Fotor_143804963389052

Fotor_143805048939726

• Dia 4 •

Esse foi um dia lindo! Nosso passeio principal foi ao Central Park e claro, lá é maravilhoso, lindo, incrível, espetacular, sensacional e etc e tal! Como íamos andar de bicicleta, já que o nosso plano inicial era atravessar o parque de bike, eu coloquei a jardineira + blusa de corações fofa + tênis + arquinho no cabelo para combinar. Aaaaaaaaaaaah, meu óculos de coração foi sucesso!

Blusa de corações que eu comprei na Riachuelo. Ela na verdade estava no manequim junto com o macacão do look do Dia 1 (e uma bota LINDA que eu também comprei mas não tirei foto dela lá para vocês. Sou dessas que compra o look inteiro exposto).

Jardineira que eu não tenho a mínima ideia de conde comprei
Tênis All Star de couro branco
Faixa no cabelo vermelha
Óculos de coração

Fotor_143804875083578

Fotor_143804871192938

Fotor_143804865213512

Fotor_143804856335238

Fotor_143804996241978

• Dia 5 •

Foi o dia que eu e o Brian não deveríamos ter saído do hostel, deu tudo errado. E para completar: apenas essa foto ficou boa pois as outras eu pareço que estou derretendo de tanto calor. Nessa hora eu já tinha assumido que o tênis era o meu calçado de viagem mesmo e nem tirei as sapatilhas da mala.

Vestido Forever 21
Arquinho preto no cabelo.
All Star de couro branco.

Fotor_143805022130873

• Dia 6 •

Eu estava bem básica e confortável esse dia. Nós atravessamos o viaduto que virou jardim e de lá caminhamos em direção a praia e nos enfiamos no Brooklyn, o que foi incrível. Eu não quis ir com roupas muito pesadas por que: 1. estava quente. 2. íamos a praia. 3. caminhamos pra caramba.

Fotor_143804955333024

• Dia 7 •

Último dia e fomos ao Museu de História Natural: blusinha básica, saia floridinha e coturno. Chega no final de viagem você já não tem tanta roupa legal para exibir HAHAHA

Fotor_143805040055776

E FOI ISSO! TCHARAM! Eu nem tinha pensado em mostrar para vocês o que eu vesti por lá e tal, mas minha amiga Monis falou que eu fiz uma combinações fofas e tal e aí eu acabei fazendo! O mais importante é lembrar que para viagens você sempre tem que estar bem confortável, pois geralmente fica andando bastante. Eu levei três pares de sapatilhas mas eu me sinto muuuuuito mais confortável de tênis e coturno, por isso eles apareceram tanto.

Reparei que em Nova York as pessoas são muito mais livre para usar o que lhe agradam do que aqui no Brasil. Eu não tinha, por exemplo, usado o meu óculo de coração e vi várias pessoas falando que era ridículo e blá blá nessas páginas de zuera do Facebook. Quando eu cheguei lá, três pessoas falaram diretamente para mim que eles era “nice“. Eu fiquei super feliz! As pessoas fazem combinações de roupas que você nem acredita e depois para e fica “e não é que isso ficou bom?” ou “então não é que isso ficou estranho mas muito estiloso?

O importante é: foi lindo, me diverti pra caramba e as minhas roupas me vestiram muito bem, obrigada! 😉

maio 12, 2015Cabelo Curto, Cabelos, Cosméticos

Como estou cuidando do meu cabelo cacheado

2 Comentários

cabelocacheado

Yay, era para esse post ter saído antes e em formato de vídeo, mas se eu falar para vocês que o vídeo ficou uma porcaria.com.br? Eu comecei a editar e falei: cara, não tem como editar e muito menos postar (!!!) isso. Então, resolvi tirar foto de tudo e mostrar para vocês o que eu estou fazendo para cuidar dos meus cabelitchos cacheados agora.

Se você estiver perdido, é só clicar nos links para acompanhar a minha transição capilar *pisca*

Vou cortar o cabelo, qual corte escolher?

Ops! Cortei o cabelo! – 1ª fase

Ops! Cortei o cabelo – 2ª fase

Quem inspira você?

Assim que eu cortei o cabelo, eu fiz uma pesquisa de cremes para ajudar no crescimento e o tratamento correto para o meu tipo de cabelo. Descobri várias coisas, entre elas, que existe um cronograma capilar. E o que é isso, Rapha? Você faz um cronograma de quais os cremes usar de acordo com as quatro semanas do mês, levando em considerações cremes de hidratação, nutrição e reconstrução. Olha aqui um exemplo. Isso é bom porque você deixa seu cabelo hidrato, nutrido e reconstruído na medida certa! 😉 Eu não estou fazendo cronograma capilar, mas estou cuidando do meu cabelo dia sim, dia não. Como faço? Ele está curtinho, então, acordo meia hora mais cedo, passo o creme nele enquanto termino de me arrumar e aí enxaguo e vou trabalhar! 😀

E como eu fiz para saber quais cremes comprar?

Quando você vai nessas casas de cosméticos, as vendedoras sempre te empurram aqueles que são os mais caros ou você vai querendo um e conseguem fazer você levar outro. Eu fui esperta dessa vez: uma alma bondosa fez tirou uma foto de cremes e separou por hidratação, nutrição e restauração! YAAAAAAAAAAAAAAAAAAY! Eu coloquei essas imagens no tablet, cheguei na moça e falei: quais desses você tem? As imagens em questão são essas: HIDRATAÇÃONUTRIÇÃORECONSTRUÇÃO. Obrigada pessoal do Dona Bispa!

Os preços variaram, mas como eu não sou ryca e phyna, não comprei nenhum acima de R$50,00, até por que eu tenho outras contas para pagar além de cremes e xampus! 😛 Vamos lá!

IMG_2474

IMG_2538

Para os xampus, eu comprei esse da Bio Extratus que simplesmente a.m.e.i! Ele é específico para cabelos cacheados e quando eu termino de tirar a espuma, meu cabelo já tá todo enoladinho de novo! Sem contar que ele não o deixa duro, duro, duro que nem outros xampus. Eu usei e gostei tanto que até comprei mais dois frascos desses. Simplesmente adorável! Sério!

Comprei também dois xampus da linha Plantony. Eles são os produtos mais caros que eu comprei (cerca de R$41,00 cada), mas eu gosto muito e já usava um creme para hidratação (que eu descobri ser de reconstrução hahaha).

IMG_2451

Eu não tinha usado nada além do creminho citado e esse tem aquela sensação de refrescância quando você lava o cabelo. Imagina que louco você ficar tendo a sensação de refrescância na cabeça no pós-banho? HAHAHA Eu já tinha percebido mas só me liguei quando li o fresh na embalagem. Esse é um xampu anti-resíduo que e comprei, mas deveria ter comprado algo específico para cabelos cacheados, mas não foi ruim. Eu só utilizei ele poucas vezes, para não ressecar o cabelo, já que ele é para limpeza profunda.

IMG_2473

Para diferenciar do xampu da Bio Extratus, eu estou intercalando com esse, que é da Plantony também. É um xampu sem sal, não deixou meu cabelo duro, mas também não fez os cachinhos no pós-banho, mas gostei muito. Eu sempre fico com a sensação que ele limpou até os meus miolos.

Para hidratação, que tem a função de repor a água e umidade dos fios, trazendo o efeito de maciez, maleabilidade e suavidade, eu comprei alguns creminhos que fizeram quase que milagre no meus cachos. Eu gostei bastante dos cremes da Bio Extratus e vocês vão perceber isso de acordo forem lendo. Eu comprei creminhos em potes pequenos de 250g, pois não sabia quais funcionariam com o meu tipo de cabelo.

IMG_2458

Esse é um dos que eu adorei, da Bio Extratus. Eu deixo meia horinha e quando tiro meu cabelo está super macio, sedoso e entupido de cachos. Dá para tirar o creme e sair na rua tranquilamente, de tão lindo que fica. Sério <3

IMG_2469

Essa da Keragen eu comprei quando percebi que só tinha comprado UM creme de hidratação HAHAHA Eu adoro quando já está escrito no pote que deixa os cabelos volumoso pois é o que eu quero, apesar dos meus estarem curtos ainda [ insira aqui o emoticon que chora de rir ] Eu não tenho muito o que dizer dele, pois só usei uma vez.

IMG_2465

Esse creme da Natuhair tem cara daqueles cremes baratinhos e que não presta, mas que promete mil e uma coisas, certo? Certo. Eu o usei apenas uma vez, mas achei que para o que se propõe, fez certinho: cabelo com cachos macios e brilhosos. Só essa embalagem que não transmite confiança e tal.

Para nutrição – que tem a função de repor os lipídios (gordura e oleosidade dos fios) é necessária para ter cabelos saudáveis e alinhados -, eu comprei alguns cremes que foram os que eu mais gostei.

IMG_2459

Mais um creme da Bio Extratus. Essa linha toda de cosméticos naturais funcionaram bem para mim e eu já li em alguns blogs em que as pessoas são mais espertas do que eu sobre o assunto que eles são maravilhosos de utilizar no cabelo. Eu adoro e todas as vezes que eu passei meu cabelo ficou muito bonito.

IMG_2464

Sinceramente? Nunca pensei que fosse passar nada de mandioca no cabelo mas esse creme da Haskell é o favorito dentre todos os que eu comprei. A Beth (a pessoa que me inspirou a deixar o cabelo cacheado, lembram?) me disse que ele era maravilhoso e que acabou comprando a linha completa. Eu estou pensando seriamente em fazer isso, pois ele é simplesmente . Sério, o que eu mais gostei, o que eu mais vi diferença, o mais tudo!

IMG_2544

Esse creme da Novex eu sempre uso quando vou fazer alguma receita caseira, pois o pote é grande. Eu já conheço a marca e na verdade não vi muita diferença. Mas eu gosto dele e do cheirinho.

Para reconstrução – a reconstrução tem a função de fortalecer os fios, devolvendo massa, proteína e aminoácidos que podem ser perdidos naturalmente ou em processos químicos – eu comprei três cremes diferentes e, segundo o cronograma capilar que eu pesquisei por aí, ele deve ser utilizado apenas uma vez a cada 4 semanas.

IMG_2467

É o último creme da Bio Extratus. Como eu falei para vocês, comprei os específicos de cada um dos tratamentos. Ele também funciona bem e como eu usei meio que a linha completa, ele funciona muito bem para mim. Todos com cheirinho ♥

IMG_2466

Esse é o Gold Black da Amend. Como eu fui esperta na hora de comprar, consegui garimpar cremes muito bons no que estão vendendo. Esse deixa meu cabelo bem macio e enroladinho. Não sei realmente se é pelo processo que eu estou fazendo ou se foi o creme específico, mas de qualquer forma, eu gosto bastante.

IMG_2455

Esse creme também é da Plantony, Caribean Reconstruction. Eu já falei que gosto muito da marca, ela só passou batida porque eu sempre espero algo mais clean e de pote branquinho.

IMG_2480

Outro creme da Plantony: esse eu usava como creme de hidratação, quando não manjava nada dos paranauês dos cremes de cabelo HAHAHAHA Eu adooooooooro esse, deixa meu cabelo tão cheirosinho e macio e brilhoso! In love total!

Eeeeeeeeeeeeeeee para finalizar, eu estou usando três cremes para deixar no cabelo (que tem um nome específico que eu esqueci kkk). Confesso: eu não consegui me adaptar com nenhum deles ainda pois eu sempre utilizei cremes mais consistentes para deixar meu cabelo não lugar e não fuazar. E esses são bem fininhos, deixam o cacho mais leve e não pesa.

Yamasterol: os grupos de cacheadas no Facebook falam muito bem desse creme e como os cabelos cacheados pede muito creme, a minha irmã escolheu esse potão gigante. Ele é bem fino, mas eu não sei se estou passando pouco creme (por causa do tamanho, sério. Eu ainda não consigo ter noção de quantidade quando se trata do meu cabelo), mas eu sempre tenho a sensação que tem a parte perto da nuca que os cachos não se formam ou que está seco.

IMG_2539

Brilho molhado da Aney: a minha irmã que saiu catando todos esses tipos de cremes e pegou esse. Como o cabelo dela está maior, ela me disse que adorou e que funcionou bem. Eu ainda estou neutra.

IMG_2475

Ativador de Cachos da Salon Line: eu fiquei descrente em comprar esse creme por causa da linha, confesso. Os motivos? Eu usava exatamente o creme de alisamento da mesma marca para alisar o meu cabelo 🙁 Então, eu fiquei com trauma e travada a respeito, mas abri meu coração e comprei. A minha irmã disse que não gostou, eu estou neutra (+1).

IMG_2461

E são esses os cremes que eu estou usando no meu cabelo agora! Alguns eu comprei numa primeira leva e outros eu já fiz uma segunda compra para ir vendo o que funciona melhor e o que não funciona. Eu vou fazer um post para mostrar para vocês como o meu cabelo está e o quanto ele já cresceu (siiim!!), mas posso dizer que estou bem feliz. O cabelo curto é muito fácil de cuidar, ele já está bem enroladinho e muito, muito, muito cheio. Estou cuidando direitinho para que ele fique feliz comigo!

Apesar do post ter ficado grande, espero que tenha ajudado. 🙂

abril 04, 2015Cabelo Curto, Vídeos

[Vídeo] Quem inspira você?

2 Comentários

queminspiravocê

Desde que eu cortei o meu cabelo, que fiquei pensando em como várias pessoas – famosas ou não – influenciam a nossa vida, seja para coisas boas ou não. Quando tomei a decisão de cortar o cabelo, ela não apareceu do nada, de uma hora para outra eu coloquei a tesoura na mão da minha irmã e falei: corta! Foi um processo, doloroso por sinal, já que eu nunca pensei em cortar meu cabelo tão curto assim e nunca pensei nessa possibilidade.

É engraçado como os nossos gostos e decisões vão mudando, né? E como vamos nos transformando cada dia.

Hoje eu apresento para vocês a pessoa que me inspirou. Foi a Beth quem falou: Rapha, corta o cabelo e deixa com que ele cresça sem química. Você vai ser uma pessoa mais feliz e vai ficar muito mais bonita.

No vídeo abaixo, ela conta um pouco do seu processo de corte de cabelo, que foi mais dolorido e sofrido que o meu, quais foram os seus maiores desafios, o que ouviu das pessoas quando cortou, seus momentos de angústia até chegar hoje, com o cabelo sem química após dois anos!

O vídeo ficou lindo, engraçado e inspirador! Tem participação especial da minha irmã também, que está adotando os cabelos cacheados.

Fotor_142815856193778

1. Alisado e sem aplique

2. Mega Hair

3. Primeiro corte

4. Última escova

5. Segundo corte

6. Terceiro corte

Posso tirar um momento para agradecer tanto carinho e fofura? Obrigada a todos os comentários no blog, no canal no Youtube, Twitter e Facebook me apoiando, falando o quanto eu sou corajosa e todas as palavras lindas! Eu já estava animada, mas confesso que é muito prazeroso ler o que vocês me escrevem! Podem mandar mais! 🙂

Vídeos no canal

@equalizeleitura
© 2018 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por