Posts arquivados em: Tag: Equalize da Leitura

agosto 30, 2017Foto, Fotografia, Inspiração do Mês

#InspiraçõesDoMês: Viagens ✈️

7 Comentários

Oi, gente! Como vocês estão? Mais um mês se encerra e com ele chega o nosso projeto lindo de Inspirações!

No mês passado, falamos sobre Inverno 🌸 confira aqui o post 🌸 e foi a coisa mais linda acompanhar um pouco de cada blogueira falando sobre esse tema específico e suas características, sua maneira de interagir com ele. Este mês falar de algo que eu simplesmente amo: VIAGENS! ✈️

Conheça os demais blogs participantes do projeto: Aione do Minha Vida Literária, Paola do Livros e Fuxicos, Ju Cirqueira do Nuvem Literária, Bárbara do Segredos entre Amigas e Tamirez do Resenhando Sonhos.

Setembro vai ser um mês extremamente especial, pois eu viajo para fazer meu intercâmbio! ♥ Já falei para vocês o quanto estou animada & feliz & ansiosa, fazendo contagem regressiva e tudo mais! Aaaaaaaaaaaaah, vem logo dia 29 de setembro! Estou arrumando minha mala, comprando umas coisinhas novas para #arrasar na Europa hahahaha

Daí, também vou para o Rock in Rio, assistir MAIS UMA VEZ o show do Maroon 5! Lembram que eu já fui em Salvador e achei UÓ de triste? Pois é, estou dando outra chance para o Adam e espero que ele não me decepcione, principalmente porque o show deles que eu tenho como referência de maravilhoso é o do 🎼 Rock in Rio em 2011. Eu ouço e assisto esse vídeo em looping por vários dias, sem me cansar nunca! Expectativas? Quase nenhuma. #Ahãm Ir com companhia boa deixa tudo ainda melhor, né? Pra essa aventura, vou com uma 👭 amiga de São Paulo!

E, claro, HABEMUS BIENAL! Aaaaaaaaaaaah, como estou animada para abraçar, amar e dar muito xêro em vocês! Este ano eu ainda conhecerei boa parte das meninas que sou mais próxima no booktube, vai ser um momento pra lá de especial! Fico o primeiro final de semana perambulando pela feira e estou com um gostinho de “vou aproveitar muito!”, pois este ano eu quase não ia por conta de verba & intercâmbio. Estou tentando não pensar em todas as coisas ruins que já aconteceram no Rio comigo nas outras Bienais e focar no amor que eu sinto pelas algumas pessoas, nos inscritos, leitores e autores que posso encontrar por lá, aquela vibe cansada, acabada porém f.e.l.i.z de estar em um dos maiores eventos literários do país.

É só amor, gente!

Adoro também lembrar de todas as pessoas que já conheci, todas as lágrimas que derramei (de emoção e raiva KKKK), de todas as oportunidades que já tive de ter esse tipo de lembrança de Bienais, já que tenho um carinho muito grande pelo evento, ainda que tenha confusão, correria, chateação. Tem amor, tem a oportunidade de conhecer aquele autor que fez a sua mente embaralhar, pessoas de editoras que mantemos contato apenas por e-mail… Meus crachás de todas as que participei. 💃🏽

Além de atualizar vocês sobre essas pequenas e grandes viagens, eu gosto de relembrar também as que eu já fiz, as oportunidades que já tive de conhecer outros lugares e me apaixonar demais! ♥.♥ Tirar foto nos girassóis, fazer rappel e entrar em uma caverna, quando achei que estava em Hogwart na Bienal, Nova York sem passaporte e visto mas com muita cerveja barata e cachorro quente de graça…

Sabe uma coisa que adoro em viagens? Pesquisar roteiros, anotar pontos turísticos que não posso deixar de visitar e, quando é algo MUITO ESPECIAL, fazer contagem regressiva. ⏱️ Vocês que já viajaram, já sentiram 🦋 borboletas 🦋 na barriga de tanta ansiedade e emoção? Eu tenho sempre e adoro tanto! É aquela expectativa por conhecer e desbravar um lugar novo, tudo que posso aprender, como posso me conhecer e conhecer mais do mundo através de uma viagem. Adoro aquele nervosismo quando fico verificando loucamente se todos os documentos estão corretos, 📸 já imaginando as fotos lindas que posso tirar,  conversar com amigos e trocar experiências sobre possíveis destinos.

E vocês? 🚗 Quais são as melhores viagens da vida de vocês, as melhores experiências? 🛵 Quais são os destino dos sonhos e que faz seu coração bater mais forte de ansiedade? 🚲 Eu tenho tanto a compartilhar das minhas futuras viagens, que apenas espero que vocês amem tanto quanto eu! 🛫

julho 30, 2017Foto, Fotografia, Inspiração do Mês

#InspiraçõesDoMês: Inverno 🍃

13 Comentários

Oi, gente! Como vocês estão? Faz tanto tempo que eu não publico nada tão íntegro assim aqui no blog, apenas replicado os conteúdos do Youtube ou publicando algumas resenhas. MAS AGORA TUDO ISSO MUDOU! Junto com outras amigas blogueiras, nos reunimos para postar uma vez por mês sobre algum tema que será decidido entre nós e traremos esse mesmo para vocês, em fotografia!

Conheça os demais blogs: Aione do Minha Vida Literária, Paola do Livros e Fuxicos, Ju Cirqueira do Nuvem Literária, Bárbara do Segredos entre Amigas e Tamirez do Resenhando Sonhos

O tema desse mês nada mais é que Inverno! É a minha estação preferida do ano? Com certeza, não. Minha casa fica muito mais gelada, é um martírio acordar para trabalhar com tanto frio… mas existem algumas coisas interessantes nessa temporada: as peculiaridades. Aqui em Brasília, por exemplo, começa uma temporada de ipês 🌸, onde a cor de todos eles vão mudando de acordo com a estação – temos o prazer de recebê-los rosas, brancos, amarelos e azuis. Alguns ficam mais tempo presentes enquanto outros em poucos dias já se foram. E como eu amo a cidade quando ela está tão colorida assim! É impossível você não ver pessoas comentando, se encantando, apaixonado-se pela maneira como a cidade fica linda!

A parte norte e a parte sul ficam enfeitadas e o mais interessante é que elas conseguem florir diante da seca que faz em Brasília! Já estamos há mais de 65 dias sem chuva, mas os ipês 🌸 nos traz mais alegrias! Podem acreditar, é quase patrimônio da cidade essa árvore tão típica do cerrado. Já no início do inverno vemos elas surgindo e vão trocando de cores até o início de setembro.

Confesso que fico realmente muito boba com essa temporada de ipês🌸 na cidade, principalmente porque as flores me lembram muito as de cerejeiras, tão comuns no Japão, e que eu tenho uma vontade enorme de conhecer. Quem sabe minhas tatuagens nas costelas sejam de ipês rosas 🌸  e cerejeiras? <3

Quando decidimos o tema deste mês, fiquei pensando mil maneiras de fotografar para repassar para vocês um pouco desse amor que eu sinto quando chega essa época por aqui. Algumas pessoas tem neve no inverno – quem mora aqui tem vento frio e seco e ipês! 🌸

A cidade inteira fica assim, gente! Sério, eu fico muito boba quando vejo tanta florzinha assim pelo chão! Como as árvores de ipês tem o tronco alto, nunca consegui pegar um buquêzinho desse em mãos! hahahahaha

Quem me acompanha no Instagram, viu que este mês eu refiz uma tatuagem na perna e mais duas: uma câmera no pulso e essa frase no calcanhar, junto com a minha irmã. Ela escreveu: “Tudo sobre ela” e eu escrevi “É tudo sobre mim“, com um coraçãozinho no final para dar aquele charme maroto.

Quem mora aqui em Brasília sabe que ao mesmo tempo que faz um calor dos infernos, em 20 minutos isso tudo pode mudar e você congela até o tutano dos ossos. Rapha Blogueirinha foi tirar fotos para o post e colocou as pernocas pra jogo, enquanto colocava um caso que até gola alta tem… Ironias à parte, eu deveria ter cortado a foto de uma maneira mais adequada, mas o resultado ficou tão legal que aaaahhhh. Só vai.

Uma novidade que eu gostei muito foi que estou pensando em abdicar de vez das faixinhas de cabelo e usá-lo mais definido e cacheado e menos sem definição. O que vocês acham? Foram as primeiras fotos que eu tirei testando esse novo penteado e, confesso, amei! Já falei diversas vezes que ter assumido meu cabelo cacheado foi uma das melhores decisões da minha vida, né? Mas é que essa fase de adaptação e transição é de descobertas mesmos, então, depois de 2 anos, vamos descobrir mais?

E é isso, pessoas lindas! Espero que tenham gostado do post e, caso tenha alguma sugestão de tema, podem deixar nos comentários ou nas redes sociais! Vai ser lindo compartilhar com vocês todo o mês. E que também seja uma inspiração para que eu volte a postar por aqui com mais frequência. Termino com uma foto que eu tirei para complementar o post, mas que eu desisti pois ficaria uma mistura de temas. As flores acabaram tomando seu espaço (todo) aqui.

junho 06, 2017Vídeos

Arrumando a estante – versão 2017

0 Comentários

Ano passado (ou seria retrasado?) eu postei um vídeo mostrando toda a minha arrumação da estante, algo que parece encantar vocês. Não satisfeita, já fiz a versão desse ano para vocês acompanharem a minha evolução de limpeza hahahaha. Confiram o vídeo.

Abril 17, 2017Trechos preferidos de livros, Vídeos

Meus trechos PREFERIDOS de livros!

0 Comentários

Acho que vocês vão gostar desse vídeo tanto quanto eu gostei de separar material para gravá-lo. Saí fuçando a estante, vendo resenhas antigas aqui no blog, buscando por…

Meus trechos preferidos em alguns livros! 

Sério, acho que é um dos vídeos mais amorzinhos que eu já gravei para o canal e que eu acho que, talvez, vocês queiram várias versões dele. Caso gostem, me avisem, viu? Vai ser uma prazer enorme refuçar a estante novamente e ficar lembrando das histórias que eu mais gostei e, claro, indicando mais livros para vocês.

Vou aproveitar para deixar todas as resenhas dos livros citados aqui para vocês conferirem:

Amante Eterno
Desculpa se te Chamo de Amor
Anna e o Beijo Francês
O Céu Está em Todo Lugar
Um Dia
Três Metros Acima do Céu 
Filha da Tempestade 
A Linguagem das Flores
Cruzando o Caminho do Sol
A Música que Mudou a Minha Vida
A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista
Extraordinário
Sou Louco por Você
Como eu Era Antes de Você
Um Caso Perdido
Dias de Sangue e Estrelas
Azar o Seu

dezembro 27, 2016Editora Seguinte, Resenhas

[Resenha] A Profecia do Pássaro de Fogo

3 Comentários

Título: A Profecia do Pássaro de Fogo Título original: The Girl at Midnight Autora: Melissa GreyAno: 2016 Editora: Seguinte Número de páginas: 348

O início eu achei a escrita fraca, rasa, com descrições desnecessárias e sinceramente, bastante infantis.

Eu li esse livro em abril e cá estou eu fazendo a resenha apenas agora #shameonmetotal. Porém, o fato de eu ter demorado a conseguir ler o livro fez com que eu demorasse a escrever sobre ele também, é algo natural para mim. Se não fosse pela resenha da Thais do Pronome Interrogativo, eu provavelmente teria desistido da leitura. E olha que eu não leio ou vejo resenhas de livros que eu tenho interesse em ler, principalmente durante a leitura.

Em A Profecia do Pássaro de Fogo nós vamos conhecer Echo: é uma garota solitária e sem família, que vive escondida em uma biblioteca de Nova York onde se refugia depois de cometer pequenos delitos para sobreviver. Porém, é descoberta por Ala – uma mulher coberta de penas pretas, o que não faz sentido algum para Echo -, mas que, para sua surpresa, começa a cuidá-la como se fosse sua família. E Echo abraça essa oportunidade: Ala é a sua única família. Com isso, ela vai descobrir que Ala faz parte de um grupo subterrâneo, os Avicen, que estão em guerra há milhares de ano com a raça dos Drakharin, que tem peles escamosas. Os Avicen lembram pássaros e os Drakharin lembram dragões, contudo, é importante frisar que eles têm a aparência de pessoas humanas, mas onde teria pelos, teremos essas características específicas de cada raça.

A Ala apresenta esse novo mundo para a Echo, que vive entre os Avicen, mesmo que saiba que muitos deles não aceitam essa condição, principalmente por ela não ser uma Avicen de natureza e tramitar, através de portais e um pó preto, entre o mundo humano e subterrâneo, com a proteção de Ala.

Os Drakharin culpam os Avicen pelo desaparecimento de seus poderes no decorrer dos anos. Uma acusação ilegítima, claro. Como se uma coisa assim fosse possível! Mas o desespero faz as pessoas acreditarem em coisas malucas. A magia flui por este mundo como um oceano invisível. Ela vem e vai como as marés.

Apesar de parecer que sua vida não é normal, para Echo ela é mais do que poderia pedir: tem um namorado que acabou de se alistar no exército e uma amiga, e dentro de sua normalidade, ela vai atrás de um presente de aniversário para Ala. Quando entrega o presente, descobre junto com a aniversariante que ali dentro existe um papel, que teoricamente está se referindo a Profecia do Pássaro de Fogo, que é o maior símbolo de paz e capaz de acabar com a guerra entre os Avicen e os Drakharin. Reza a lenda que esse pássaro dará poderes – ou certamente, alguma vantagem – para o povo que o encontrar primeiro. Como nenhum dos dois povos sabe muito bem quais seriam os benefícios, ambos estão lutando para encontra-lo primeiro. Sendo assim, Ala pede que a Echo siga as pistas e consiga chegar até o Pássaro de Fogo.

Do outro lado, vamos conhecer o Caius, que é o Princípe Dragão dos Drakharin. Ele é muito poderoso e é uma das poucas pessoas que acreditam na existência do Pássaro de Fogo e que pode ser vantajoso tê-lo ao seu lado. Ele começa a seguir pistas, junto com o amigo Dorian que é Chefe da Guarda, sobre a profecia: a mesma pista que a Echo que está seguindo. Claro, em algum momento eles iriam se esbarrar.

As duas raças vão saber que existem pistas e que tem pessoas seguindo, de fato, pistas que podem não dar em nada. A verdade é que ninguém sabe se existe uma profecia, de fato, ou um pássaro de fogo ou sequer se é mesmo um pássaro.

Os feiticeiros já haviam sido humanos, mas a magia negra vinha com um preço, e o poder lhes custara a humanidade.

Depois que eu assisti a resenha, me senti mais animada em continuar o livro. O início eu achei a escrita fraca, rasa, com descrições desnecessárias e sinceramente, bastante infantis. Esse foi o principal motivo para eu ter demorado a fazer a conexão com o livro. Depois, porém, parece que a autora pega o ritmo na sua própria história e mantém o leitor bastante fiel ao que está sendo apresentado.

Não é um tema totalmente original – colocar personagens de mundo diferentes atrás de algo que é comum aos dois -, mas no decorrer da história nós vamos conhecendo esse mundo novo de Avicen e Drakharin que são bem interessantes. O momento que eles se cruzam é o ponto forte do livro, principalmente porque o Caius não consegue entender como uma humana está representando os Avicen em uma causa tão importante. Ele está impressionado com a capacidade da Echo, sua lealdada para um povo que sequer a reconhece como sendo parte do mundo deles. Todos esses conflitos trazem uma dinâmica interessante para a o enredo e contribui para que o leitor mantenha-se atento.

Um é tristeza, dois é prazer.
Três para morte, quatro é nascer.
Cinco é prata, seis é ouro.
Se são sete, é mau agouro.

Quem gosta de fantasia contemporânea + livro jovem, pode colocar o livro na lista de leituras, sem medo. A apresentação de diversos personagens, as injustiças em algumas partes, a maneira como a Echo conduz o pouco de magia que a Ala lhe ensina, as maneiras de escapas e o descobrir sobre um novo reino, na qual era totalmente leiga, faz com que o livro se torne interessante. Não é maravilhoso, pelo menos para mim não foi, mas é uma boa história que eu acredito ter capacidade para evoluir e ficar verdadeiramente muito boa.

dezembro 26, 2016Retrospectiva, Vídeos

Retrospectiva | As PIORES leituras de 2016

0 Comentários

OLHAAAAAAAAAAAAAA QUEM ESTÁ DE VOLTA COM MAIS UM VÍDEO DE RETROSPECTIVA! *\O/* Vamos falar de leituras decepcionantes? Vamos falar como que eu me enfiei na leitura de alguns livros? Como eu tive coragem, ousadia, TEMPO para perder com alguns livros que não valeram a leitura? Eu sei, gente. É triste, mas muitos livros não foram escritos para nós e eu conto hoje quais foram as minhas decepções literárias. Vem assistir!

dezembro 23, 2016Editora Intrínseca, Resenhas, Vídeos

[Resenha] Contos Peculiares

0 Comentários

Título: Contos Peculiares Título original: Tales of the Peculiar Autor: Ranson RiggsAno: 2016 Editora: Intrínseca Número de páginas: 208

Para os fãs de O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, é indispensável!

dezembro 21, 2016Amigo Secreto das Booktubers, Vídeos

Unboxing | Amigo Secreto das Booktubers ♥

0 Comentários

Aaaaaaaaaaaaaaaaaah, como eu adoro amigos secretos! ♥ E este ano foi super especial, pois junto com mais 7 booktubers e blogueiras lindas, fizemos uma brincadeira entre nós e o resultado está abaixo! Eu me diverti muito, amei todos os meus presentes e surtei um bocadinho, confiram!

dezembro 06, 2016Editora Galera Record, Resenhas

[Resenha] Deuses e Monstros

2 Comentários

Título: Deuses e Monstros – Filha das Trevas #1 Título original: Darkness Becomes Her Autora: Kelly Keaton Ano: 2016 Editora: Galera Record Número de páginas: 288

Filha das Trevas é o primeiro livro da série Deuses e Monstros e nele Ari descobre seu passado, seus poderes e seu maior desejo: a vingança.

Aristanae Selkirk é uma jovem de 17 anos em busca de seus pais biológicos. Com olhos azul-esverdeados e cabelos prateados naturais, Ari passou por diversas famílias até chegar à Bruce e Casey, seus pais adotivos que a amavam muito e que lhe ensinaram técnicas defensivas e uso de armas de fogo.

Depois de encontrar um bilhete de sua mãe biológica que dizia para ela fugir, sem nenhuma explicação, e um homem tentar matá-la e depois evaporar – literalmente -, Ari decidiu que precisava voltar à Nova 2, sua cidade natal, que fora destruída por furacões e pertencia agora à nove famílias antigas cheias de mistérios – a Novem.

Depois de conhecer essas famílias de perto e seus descendentes, Ari soube o porquê ninguém ia até Nova 2: a Novem era formada por um grupo de bruxos, semideuses, metamorfos e vampiros. Assim, a garota descobriu que seus cabelos prateados não eram nada esquisitos perto de todas as criaturas e poderes que haviam na cidade e soube, então, que quem estava atrás dela e também esteve atrás de todas as suas ancestrais (o motivo de sua mãe avisar-lhe para fugir) era ninguém mais que uma deusa: Atena.

Atena retesou o corpo, os olhos se arregalando por uma fração de segundo. Só um ligeiro tremeluzir da dor e um espasmo no seu braço. Meu maxilar enrijeceu. Ela aumentou a pressão contra meu peito, mas eu estava, de alguma maneira, afastando sua mão de mim.
Baixei os olhos para o ponto onde minha mão envolvia o pulso da deusa, onde a pele branca de Atena estava ficando cinza e endurecida.
Mas o que é isso?

Filha das Trevas é o primeiro livro da série Deuses e Monstros e nele Ari descobre seu passado, seus poderes e seu maior desejo: a vingança. A história é narrada em primeira pessoa e, apesar de ter gostado bastante do livro, senti que algumas coisas se passaram muito depressa.

Há muitos personagens diferentes e exóticos que deveriam ter sido explorados pela autora – não dá nem pra lembrar o nome de todos. Além disso, senti um excesso de informação em algumas partes, o que pode deixar o leitor confuso, por tratar-se de um livro de fantasia, que mescla seres sobrenaturais com a mitologia grega.

A impressão que tive é que a autora teve pressa em explicar alguns fatos, sendo eles importantes demais para o entendimento de toda a série, sendo que, justamente por tratar-se de vários livros ela poderia ter detalhado muito mais a história e ter deixado alguns personagens aparecer somente mais pra frente.

Apesar disso, gostei da mesclagem de vários seres fantasiosos e a descoberta dos poderes de Ari e o motivo de Atena odiá-la foram os pontos que mais me chamaram a atenção e que espero que sejam bastante explorados nas continuações que, por sinal, estou louca pra ler!

– Logo ela vai estar de volta – falou Violet. – O que você vai fazer?
Meu olhar fitou de relance o túmulo onde Atena pousara mais cedo.
– Eu não sei.
– Você devia matá-la.

novembro 30, 2016#RaphaTodosOsDias, Vídeos

Todos os livros não lidos da estante – #RaphaTodosOsDias

0 Comentários

todososlivrosnaolidosequalizedaleitura

Como vocês me perguntam muito e sempre se eu já li todos os livros da minha estante, eu vim mostrar bem rapidinho, no último vídeo do #RaphaTodosOsDias, quais são os livros NÃO LIDOS da estante. Aproveitem para me dizer o que devo ler desesperadamente rápido 🙂 Aproveitem para assistir todos os vídeos publicados.


1 2 3 4

Vídeos no canal

@equalizeleitura
© 2018 Equalize da Leitura • equalizedaleitura.com.brDesenvolvido com por